Mês das missões

Conheça o trabalho missionário da Frente de Missão em Portugal

Missionários, em Portugal, são responsáveis pela internet, rádio e TV

Por Alessandra Borges

Há 19 anos, a Comunidade Canção Nova se faz presente em Portugal, ou seja, missionários são enviados às terras portuguesas para formar a frente de missão de Fátima.

Segundo o missionário Paulo Azadinho, os primeiros consagrados chegaram em Portugal, no dia 22 de agosto de 1998, para iniciar os trabalhos pastorais na Diocese de Leiria-Fátima.

Os consagrados realizam um trabalho de evangelização e propagação do carisma Canção Nova pelo país através dos meios de comunicação. Hoje, a Canção Nova, em Portugal, é representada por 19 missionários do núcleo e 29 do segundo elo.

Casa de Missão em Portugal

cancaonova.com: Como é o trabalho missionário e evangelizador da Frente de Missão em Portugal?

Paulo Azadinho: A Frente de Missão prossegue os fins do Carisma Canção Nova, por meio de eventos de evangelização em todo o país e pelos meios de comunicação.

Atualmente, temos uma rádio (103.7 FM), TV em todas as operadoras a cabo do país e internet; além do Departamento de Audiovisuais com duas lojas físicas (Fátima e Lisboa), e uma loja virtual com vendas para toda a Europa.

cancaonova.com: Quais são as formas utilizadas para manter a Casa de Missão?

Paulo Azadinho: A frente de Missão em Fátima tem uma campanha própria, de forma a fazer face aos desafios de evangelizar com meios de comunicação como a televisão e o rádio.

Temos um Clube da Evangelização constituído por benfeitores portugueses e também falantes da língua portuguesa espalhados pelo exterior. Os produtos de evangelização que vendemos contribuem também para o nosso sustento. Do Brasil chega o sustento para os membros do núcleo da comunidade.

Leia mais:
.: Franceses são evangelizados pelo carisma Canção Nova
.: Como é o trabalho missionário da Canção Nova na Terra Santa?
.: Somos chamados a exercer a missão da Igreja
.: Evangelizar é a missão de todo cristão

cancaonova.com: A diferença cultural é um desafio na evangelização?

Paulo Azadinhho: Apesar de a língua portuguesa ser o grande elo de unidade entre os dois países, as culturas divergem em muitos sentidos. Veja-se a diferença geográfica e demográfica entre os dois países.

A enculturação é o maior desafio que enfrentamos, uma vez que a maioria dos nossos programas são pensados para os portugueses e suas realidades. No entanto, nesses quase vinte anos, temos aprendido a traduzir o Carisma Canção Nova e, uma vez atingido o coração do povo português, gera frutos de conversão com testemunhos muito marcantes.

cancaonova.com: Qual é a gratificação de ser missionário Canção Nova em outro país, ou seja, ter a graça de levar o carisma Canção Nova para fora do Brasil?

Paulo Azadinho: Acredito que seja poder ver e tocar o Carisma Canção Nova na forma de vida que cada um de nós abraça a evangelização, pois é um dom de Deus para a Igreja em todo o mundo.

Contemplar os testemunhos que nos chegam, a partir do nosso trabalho missionário, faz valer a pena as renúncias próprias de quem ultrapassa as fronteiras territoriais para viver numa cultura diferente.

Sócios evangelizadores

Todo o trabalho de evangelização realizado pela Comunidade Canção Nova, através dos meios de comunicação, só é possível graças aos sócios evangelizadores que ajudam a manter os projetos de evangelização.

Além das Casas de Missão concentradas no território brasileiro, os sócios evangelizadores contribuem com as frentes de missão no exterior como França, Portugal, Roma e Terra Santa.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.