Mês das missões

Franceses são evangelizados pelo carisma Canção Nova

Conheça o trabalho missionário na França e os desafios de evangelizar os franceses

Por Alessandra Borges

A Comunidade Canção Nova se faz presente, no Brasil e no exterior, levando a evangelização a todo o mundo. O trabalho missionário desenvolvido pelas Casas de Missão é estender um pouco do que acontece na sede da comunidade, em Cachoeira Paulista (SP), para outros lugares.

A Canção Nova possui 25 casas de missão nas regiões do Brasil e no exterior. A Casa de Missão da França já existe há 12 anos, levando essa obra de Deus para mais perto dos brasileiros que moram lá e também levando outras pessoas a conhecerem o carisma.


Foto: Arquivo Pessoal

Conheça como é evangelizar na Casa de Missão da França com a missionária responsável da missão Maria do Rosário Castro Patrício.

Confira a entrevista

cancaonova.com: Como é o trabalho missionário realizado na França?

Maria do Rosário: Nós temos os eventos que atuam nas duas línguas: português e francês. Temos um Departamento de Audiovisual da Canção Nova (DAVI) também em língua francesa, onde temos alguns livros traduzidos, mas é um setor ainda pequeno. Temos um site de internet cnmedia.fr, onde conseguimos ter um bom alcance de evangelização.

cancaonova.com: Quantos missionários fazem parte dessa missão?

Maria do Rosário: Em nossa Casa de Missão, somos 10 missionários, ou seja, três casais, três solteiros (2 celibatárias) e um sacerdote que nos ajuda espiritualmente.

cancaonova.com: Como vocês se mantêm mensalmente na França?

Maria do Rosário: Na França, temos alguns doadores, além das nossas vendas de produtos de evangelização; e também somos ajudados pela missão de Cachoeira Paulista (SP).

cancaonova.com: Quais os desafios de evangelização em um lugar onde a espiritualidade é vivida de uma outra forma, ou seja, é diferente do Brasil?

Maria do Rosário: Primeiro, é necessário a enculturação, pois só conhecendo um povo podemos ser capazes de evangelizá-los sem perder aquilo que somos, o nosso carisma, mas transmitindo-o numa linguagem que tenha significado para eles.

Por isso, a primeira necessidade é conhecer e dispor-se a fazer a experiência de estar junto, escutar e aprender, valorizar as diferenças. Devemos aprender e compreender a forma de pensar e responder de um francês, além da sua forma de rezar e relacionar-se com Deus.

Depois, nosso testemunho de vida chama à atenção, pois somos diferentes e temos características próprias de expressar a alegria e rezar. Aparentamos ter uma vida muito normal, somos consagrados. Também percebo como nossa forma de viver desperta a curiosidade das pessoas.

Leia mais:
.: Como é o trabalho missionário da Canção Nova na Terra Santa?
.: Aprendendo a ser missionários com Santa Terezinha
.: É preciso evangelizar até os confins da terra
.: Somos chamados a exercer a missão da Igreja

cancaonova: A diferença cultural pode ser considerada um desafio constante na evangelização?

Maria do Rosário: Sem dúvida, a diferença é evidente, por isso é necessário um bom conhecimento da cultura. Tentar evangelizar um francês, como se fosse um brasileiro, pode ser muito agressivo e acabar afastando a pessoa.

cancanova.com: Qual é a gratificação e a realização de ser missionário em outro país?

Maria do Rosário: É ver que para Deus não existem barreiras nem fronteiras, pois Ele atua do mesmo jeito. Deus realiza, na vida das pessoas, transformando, restaurando e dando-lhes, como diz no Evangelho, o cêntuplo em mães, pais, irmãos e amigos.

As pessoas nos procuram, porque querem Deus, e fazem, por meio de nós, uma experiência profunda com Ele, o Senhor da obra.

A evangelização transcende as fronteiras

Todo esse trabalho de evangelização só é possível graças aos sócios evangelizadores que nos ajudam a propagar e a levar o carisma da Comunidade Canção Nova; principalmente, a fazer com que as pessoas vivam uma experiência de intimidade com Jesus Cristo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.