Assista ao vídeo

Que limites estou dando aos meus filhos?

No vídeo que você verá hoje, vamos conversar um pouco sobre limites. Você se sente o chefe do navio na relação com seu filho? Você é a pessoa com maior autoridade a bordo que conduz seu filho pelos caminhos da vida? Você está preparando seu filho para mares revoltos? Crises que ele poderá enfrentar?

É importante sempre fazermos essa reflexão, pois, sim, somos os comandantes do navio, e se ele naufragar a culpa é toda nossa. Muitas vezes, podemos achar que os “não” já bastam para educar as crianças, porém os “sins” também são importantes, mas qual o limite?

Os pais estão se esquecendo do verdadeiro sentido de serem pais. Muitas vezes, nossos filhos ficam horas e horas em frente a jogos e internet, e os pais são coniventes. Segundo a Academia Americana de Pediatria e a Sociedade Canadense de Pediatria, aos 5 anos, as crianças poderiam ficar, no máximo, uma hora diante das telas, duas horas para crianças de 6 a 12 anos, e três horas a partir dos 13 anos.

Ultrapassar os limites traz consequências

Crianças que ultrapassam esse limite poderão ter consequências desastrosas, como déficit de atenção, atrasos cognitivos, dificuldades de aprendizagem, impulsividade, problemas para lidar com sentimentos como a raiva, obesidade, privação de sono e risco de dependência por tecnologia. Além disso, um dos sintomas mais graves a meu ver, você entenderá assistindo ao vídeo.

Assim, é necessário refletir: Será que você tem se dedicado ao seu filho? Será que o tempo que ele passa, efetivamente, com você é maior do que o tempo que passa na internet? Temos que ensinar nossos filhos a viverem, mas isso só será possível se tivermos compromisso com nossos filhos. Não deixe com que a tecnologia se torne babá eletrônica de seus filhos, eles merecem muito mais do que isso.

Assista ao vídeo:

Leia mais:
::Nossas crianças estão adoecendo emocionalmente
::Como posso perdoar o outro e recomeçar a minha vida?


Adriana Potexki

Adriana Potexki é escritora e autora dos livros ‘A cura dos sentimentos em mim e no mundo’ e ‘A cura dos sentimentos nos pequeninos’. Com formação em Psicologia, ela é terapeuta certificada pelo EMDR Institute, palestrante internacional e blogueira do site ‘Sempre Família’, do Grupo GRPCom.

comentários