influência

O que os filhos aprendem com o casamento dos pais?

A forma como os pais vivem o casamento influencia diretamente na formação dos filhos

Um assunto que exige atenção: a forma como os pais vivem o seu casamento, o seu relacionamento e a forma do trato entre si é um fator que interfere diretamente no bem-estar e na formação dos filhos. Os filhos, principalmente as crianças, captam com muita facilidade a forma como marido e mulher se tratam, conversam e se olham. Muitas vezes, nós, adultos, não nos damos conta dessa atitude vigilante e observadora das crianças. É fato também que elas são ótimas repetidoras de comportamento.

O que os filhos aprendem com o casamento dos pais?

Foto ilustrativa: Bruno Marques/cancaonova.com

Muitas fraquezas e dificuldades pessoais da idade adulta têm origem na infância e adolescência, e como os pais, estando juntos ou separados, são referências de imitação e modelos de relações, pode-se dizer que os filhos ganham segurança em todas as áreas da vida quando veem os pais que se respeitam, tem boa relação, assim como trazem inseguranças na vida quando suas referências na família não se respeitam.

Quando os pais discutem na frente dos filhos, podem criar na criança um desgaste emocional e uma dificuldades de gerir relacionamentos futuros, sejam amorosos ou de amizade. Muitas crianças chegam a se sentir culpadas pelas brigas e pelo relacionamento conturbado dos pais.

Pais e responsáveis:

É necessário que a criança cresça em um ambiente de segurança, amor, sem hostilidade nem violência, de respeito mútuo, independente do modelo de família em que ela está inserida. É certo que se na família há frequência de gritos, zombarias, xingamentos, violências verbais e físicas, psicológicas, a criança assimila e assume, em alguma área da vida, esses tipos de comportamentos.

Leia mais:
::Pais de primeira viagem: seis coisas que você precisa saber
::Alcoolismo em família: quais as marcas emocionais para seus filhos?
::O que fazer com filhos pequenos na hora da Missa?
::Como podemos fortalecer o amor na família?

Não quer dizer que se, por exemplo, ela sofre violência doméstica, quando se tornar adulta será violenta. Não é assim. Porém, o ser humano é complexo, e, de alguma forma, esses fatos negativos, dolorosos e humilhantes irão se refletir em seu comportamento futuro. Pode ser na insegurança, na baixa autoestima, na falta de tato e de carinho com o outro, na desconfiança extrema, na dificuldade de se relacionar etc.

Uma base de convivência amorosa e saudável, que gera confiança e que faz crescer como pessoa, no desenvolvimento intelectual, emocional, psicológico gera nos filhos comportamentos saudáveis, fortificados e seguros.


Paulo Victor e Letícia Dias

Cirurgião-dentista de formação, Paulo Victor foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentador, locutor e radialista. Atualmente, ele mora em Campo Grande (MS). É empresário e casado com Letícia Dias.

Letícia Dias é Gerente de Conteúdo e estudante de Letras/Libras com foco na Educação Especial. Foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentadora de programas. Hoje, ela mantém uma agitada rotina familiar. Letícia tem um filho caçula que nasceu com Síndrome de Down, e isso a refaz todos os dias.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.