Procrastinação

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

Esse dito popular é muito pertinente na vida, principalmente na vida do cristão, pois não sabemos se o amanhã existirá ou se estaremos vivos. Jesus, falando sobre a sua segunda vinda (São Mateus 25,13), adverte-nos: “Vigiai, pois, porque não sabeis nem o dia nem a hora”.

A grande maioria das pessoas costuma dizer que não tem sorte ou que é incapaz de realizar algo. Muitos, no entanto, nem tentam ou, então, param no primeiro obstáculo. Albert Einstein (físico alemão, nascido em 14 de março de 1879, um dos maiores gênios do século XX) disse: “Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual”.

Não-deixe-para-amanhã-o-que-você-pode-fazer-hoje

Foto Ilustrativa: Elitsa Deykova by Getty Images

E essa é a mais pura verdade. Por exemplo: como vou emagrecer se continuo comendo igual e não fazendo exercícios? Só terei resultado diferente se fizer uma reeducação alimentar e deixar de ser sedentário.

Convém deixar para amanhã?

Em alguns atendimentos, na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), pessoas me relatam que não conseguem fazer as coisas que gostariam. Em sua maioria, sabem o que têm de ser feito, como ser feito e quando ser feito, mas acabam deixando para a última hora e, por muitas vezes, nem conseguem fazer (tendo como resultado, frustração, desmotivação, sensação de culpa, de incapacidade, estresse, etc.). Isso se chama procrastinação, ou seja, adiar algo ou deixar para depois.

Esse comportamento é normal no ser humano, porém, pode ser muito perigoso para a saúde (física, mental e espiritual) quando começa a interferir na vida pessoal e profissional. Para essas pessoas que costumam procrastinar, sabem qual é a minha dica?

Primeira dica

A primeira é: comece, dê o primeiro passo! Um de cada vez, no seu ritmo. Em uma maratona (são 42.195 metros), não se pode pensar que a corrida é difícil ou que o percurso é muito longo e demorado. Ao dar o primeiro passo, a distância até a linha de chegada já diminuiu. E assim, um passo de cada vez, a distância encurta, a motivação aumenta e o corpo e a mente focam no objetivo, fazendo com que o trabalho seja executado.

Leia mais:
.: A diligência é o remédio que combate o pecado da preguiça
.: O pecado da preguiça pode gerar muitos males sociais
.: Doenças espirituais causadas pelos pecados capitais
.: Você costuma deixar tudo para depois? 

O fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, diz que a Canção Nova, por viver da providência, caminha em uma corda bamba, na qual não se pode parar de caminhar. Se pararmos, cairemos. Isto é, por mais difícil que seja, precisamos ter a coragem de caminhar na fé em meio às adversidades, sabendo que Deus estará nos amparando se fizermos a parte que nos cabe. Por isso, o importante é sempre caminhar. Não estacionar, não ficar parado. Tudo o que fica parado, junta poeira, traça, mofo, mau odor…

Vejam o exemplo da água: alguns dias parada, já aparece o cheiro de podre, larvas se acumulam e a água fica imprópria para consumo. Assim é nossa vida. Não podemos ficar parados. Temos que nos movimentar!

Segunda dica

A segunda dica que dou é: foque em seu objetivo. Não o perca de vista. Se o objetivo é grande, trace-o em pequenas metas e comemore o atingimento delas. Voltando ao exemplo da maratona, o objetivo é concluir os mais de 42 quilômetros. A pequena meta pode ser atingir os cinco quilômetros iniciais, depois os 10, depois os 20 quilômetros e assim por diante.

Que tal colocar em prática essas duas dicas já com a oração do Rosário? Dei essa dica para algumas pessoas que tinham dificuldade em rezá-lo. Hoje, não rezam apenas o terço diariamente, mas o Rosário inteiro. Comece rezando as orações iniciais no primeiro dia. No segundo, além das orações, trace a meta de rezar a primeira dezena. No dia três, coloque como meta contemplar três mistérios e assim por diante. Em pouco tempo, você alcançará o objetivo de rezar por completo o Rosário, sem dificuldades; contudo, com a alegria da conquista do objetivo e, o melhor, estará unido aos mistérios da vida de Jesus, nosso Rei e Salvador.

Que Deus o abençoe!

comportamento


Hugo Moura

Hugo Yamashita de Moura, natural de São Paulo (SP), é missionário na Comunidade Canção Nova desde 2014.

Engenheiro de Produção e Sistemas (Universidade Estadual de Santa Catarina) e MBA em Gestão de Projetos (FGV-SP), Moura, atualmente, é Gerente de Compras da Associação Internacional Privada de Fiéis (AIPF-CN) e professor de Judô na Cia. de Artes (FJPII-CN).

comentários