Eles sabem que eu os amo

Eu amo profundamente quatro pessoas. São pessoas que me conhecem e que eu acredito que me amam também, mas não com a intensidade que as amo.

É lindo constatar que existem diferentes tipos de amor. O que sinto por estas pessoas é gratuito. Me faz rezar constantemente, me alegrar quando estão presentes e, ainda que o retorno seja mínimo, sou impelida a amar sempre mais. Interessante, não?

Você já sentiu um amor fraterno profundo por alguém, de modo extremamente puro?

Você já teve um amigo que alegrasse muito o seu coração, em quem você confiasse plenamente? Uma pessoa que o (a) formasse, o (a) ajudasse só com a maneira dela ser?

Eu tenho quatro amigos assim. Entraram em minha vida quando eu menos esperava e são as pessoas mais doces que já conheci. E pensar neles me faz muito bem. Lembrar do olhar de cada um, do sorriso de cada um, da meiguice de cada um, me faz amá-los mais, sentir o Céu perto de mim.

Meus amigos alegram meu dia mesmo quando os vejo apenas de longe, quando não posso me aproximar ou se a correria proporciona nossos desencontros. Ainda assim sei que não estou sozinha e me lembro deles com carinho.

Eu tenho quatro amigos que me fazem ser mais gente, me aproximam de Deus, me conquistam a cada dia. E eles sabem que eu os amo, ainda que não o diga com freqüência. Eles sabem que são amados e que minha vida agora é mais completa porque os conheci. Cada um deles marcou minha história de uma maneira muito pura, muito linda e eu não tenho como reagir de outro modo senão com gratidão e amor.

Eu tenho quatro amigos….

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.