aproxime-se

Quarentena: busque conversas que tragam vida

De vez em quando, somos tomados por vários pensamentos negativos, até mesmo por causa das notícias que chegam a nós, dos sensacionalismos, das futilidades exageradas, das redes sociais que nos dão fastio quando muito utilizadas. Ainda mais agora, neste tempo, em que estamos mais em nossa casa do que nas ruas, inevitavelmente, precisamos de boas conversas. Sabe, daquelas que nos devolvem a vida?

A maioria de nós foi forjado, pelo mundo do trabalho, a se expressar e buscar uma aparência mais sociável possível; alguns até levam isso com muita seriedade: antes, não saiam de casa sem uma boa roupa, um bom perfume,
ou com o esquema de todo o seu dia na agenda do celular. E agora? Pode ser que você esteja passando por uma crise. Agora não precisa mais se vestir tão bem ou se perfumar tanto ou ter que usar de muitas palavras bonitas para
se comunicar, nenhum de nós é bem-vindo nas ruas, a não ser por necessidade.

Quarentena: busque conversas que tragam vida

Foto ilustrativa: MStudioImages by Getty Images

As conversas podem aproximar

Se você ainda não entendeu, eu explico melhor:  você não tem mais ninguém além de Deus, pessoas da sua casa e você mesmo. E, pelo visto, vamos ficar um bom tempo neste ritmo “monástico”. É preciso, com sinceridade, reatar os laços ou até desenvolver uma nova amizade com você mesmo, com os outros e com Deus. Estamos voltando a uma essência rara, a uma originalidade que poderia estar perdida no tempo, mas esse “tempo” se encarregou de trazer essa novidade boa. Pense um pouco: há quanto tempo você não conversava com profundidade com as pessoas da sua casa?

Veja como é significativa a parada de ritmo. Nós do meio religioso temos os retiros em que podemos rever a nossa vida e a colocar no prumo. Este tempo é um grande retiro para o mundo dar uma nova guinada. Aproveitemos! Talvez, isso nunca aconteça de novo.

Quando temos grandes oportunidades de voltar a viver, primeiramente é importante não fugir, e sim estar aberto ao tempo que se inaugurou. As cortinas do espetáculo da vida nunca se fecharam, talvez, foram os seus olhos que não quiseram mais enxergá-lo.

Leia mais:
::Casal em quarentena: como está seu casamento?
::Ser um inconformado para conformar-se
::Preguiça Metafísica: tristeza em tempos de pandemia
::🙏 Não perca a esperança

Uma boa conversa traz a vida para nós que ficamos entulhados. A vida é um diamante que merece ser contemplado porque é dom de Deus! As pessoas que nos cercam são únicas e insubstituíveis, mesmo aquelas que não são tão próximas. Lembra do carro que, antigamente, anunciava que o circo estava na cidade, então, imagine que esse carro esteja passando pela sua vida e com uma música animada começa a anunciar: “Alô, você! O tempo para restituir a saúde do coração, das emoções, dos bons sentimentos, da boa reflexão, de conversas que trazem a vida… Chegou”.

Agora, depois de ler este pequeno texto, chegou a hora de trazer vida para a sua vida. Vamos!? Saia de onde você está e ligue para as pessoas que você ama ou que precisa amar. Como disse acima, essas pessoas podem estar aí bem perto de você. Tenha coragem, ousadia, saia de si. Tire o seu “eu” do isolamento para que ele se torne “nós”.

banner the church


Guilherme Razuk

Guilherme Henrique de Lima Razuk é candidato às ordens sacras na Comunidade Canção Nova. Graduando do curso de Filosofia (licenciatura) pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), ele atua na liturgia durantes os eventos realizados pela comunidade católica. Razuk é produtor de conteúdo de algumas categorias deste canal formativo.

comentários