Dia do consagrado

Consagrado, viva intensamente sua vocação

O evangelho de São Lucas 2, 22-40 começa dizendo que, quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram o Menino para apresentá-lo no templo, porque também estava escrito que todo primogênito deveria ser consagrado ao Senhor.

Talvez você não seja o primogênito na sua casa perante os seus pais e seus irmãos, mas para Deus você o é. O Senhor já estabeleceu que você é único e exclusivo para Ele. E aí está uma grande coisa, principalmente para nós que nos consagramos ao Senhor, ou seja, nós somos exclusivos para Ele. Por isso, é importante que assumamos esse compromisso. Então, repita comigo: “Eu sou o primogênito do Senhor!”.

O Evangelho continua dizendo que existia um homem chamado Simeão, cheio do Espírito Santo, e este lhe revelou que ele veria o Messias. Naquele dia, o Espírito Santo semeou em Simeão para que ele fosse ao templo. Chegando lá, o Espírito de Deus lhe mostrou uma família e apontou para uma criança, ou seja, mostrou que aquela criança era o Messias. Simeão aceitou a moção do Espírito Santo e foi até a família, pegou o Menino nos braços e fez um canto de agradecimento, porque seus olhos viram a sua salvação. Simeão acreditou!

Consagrado, tenha olhos de fé e perseverança

Deus está sempre nas pequenas coisas, mas precisamos ter sempre os olhos da fé! Nós não ficamos admirados por Simeão tenha sido impulsionado para aquele Menino, porque aquilo já havia acontecido quando Maria foi visitar sua prima Isabel e, ao saudá-la, esta ficou cheia do Espírito Santo.

No templo, também estava a profetiza Ana, e ela também esperava o Messias, assim como nós também esperamos a segunda vinda do Salvador. Ana, impulsionada pelo Espírito, dizia que, lá dentro, estava o Messias, ou seja, tudo aconteceu pela fé, mas para isso foi preciso acreditar.

É preciso que você acredite que é o primogênito do Senhor e único. E isso é muito importante, porque é assim que devemos viver a nossa consagração mesmo com dificuldades. Simeão mostrou a Maria o quanto ela iria sofrer e que uma espada de dor iria transpassar o seu coração.

Não pare diante das tribulações

Nós consagrados passamos por muitas dificuldades, grandes obstáculos e tribulações. O inimigo sempre irá nos tentar. O nosso caminho de consagrados é de cruz e sofrimento, porque estamos vivendo uma guerra espiritual. O inimigo está contra nós, está colocando todos os problemas a nossa frente. Mas eu lhe digo: Aguenta firme, meu filho, porque ser consagrado é assim. Não desista e fique firme. Todas essas tribulações acontecem, então, não espere uma vida tranquila, pois aqueles que são do Senhor passam por grandes tribulações, porque a grande graça é sermos consagrados.

Nos documentos da Comunidade Canção Nova, há uma página e meia que escrevi sobre os consagrados. Começo dizendo que, assim como o anjo disse a José para que ele não temesse em receber Maria como esposa, porque aquele que foi concebido nela foi pelo Espírito Santo, não temas receber a Canção Nova como esposa porque o que nela foi concebido vem do Espírito Santo.

Leia mais:
.: O que fazer para ser membro da Comunidade Canção Nova? 
.:  Como viver a vida missionária sem desanimar?
.:  O consagrado a Deus deve ser reflexo da Luz neste mundo
.: Ser feliz: mais do que um direito, uma vocação 

Apropriemo-nos dessa realidade linda, desse povo que Ele escolheu como propriedade d’Ele. O Senhor disse que nós somos um povo consagrado a  Ele, e Ele nos escolheu para sermos Sua propriedade.

Jesus nos mostra que é possível sermos totalmente do Senhor em qualquer estado de vida. Vocês sabem como eu lutei para a Canção Nova ter todo os estados de vida! Nisso, estamos sendo um sinal para a Igreja! Podemos dar a ela essa contribuição e mostrar, com fatos, que podemos ser exclusivos do Senhor em qualquer estado de vida.

Não é uma questão de casamento ou não casamento, mas um serviço de dedicação total a Deus quando O colocamos acima do nosso próprio estado de vida. Devemos nos dedicar ao Senhor acima de tudo.

Em comunidade, vivemos a alegria de sermos consagrados

Dizemos juntos: “Somos uma pessoa consagrada. Foi Deus quem nos escolheu e consagrou”. Diante da sua escolha, assuma-se como pessoa consagrada e comprometa-se a viver a toda alegria e toda responsabilidade da sua consagração. Grave bem isso. Se for preciso, volte nos nossos documentos, porque é por Deus que vivemos uma linda experiência de consagrados.

Eu não assumo apenas a minha consagração, mas a de todos os meus irmãos de comunidade, para assim colaborar neste empenho de consagrado. Eu assumo não somente a minha consagração, mas também a consagração de cada um dos meus irmãos. Eu me empenho em viver a minha consagração, mas assumo colaborar com os meus irmãos neste empenho de viver a nossa consagração.

A força unida é mais forte, porque se nós nos unirmos na consagração seremos mais fortes. Nestes tempos difíceis em que vivemos, é preciso que sejamos uma comunidade de consagrados, ou seja, um assumindo a consagração do outro. Viva imensamente a sua consagração.

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges

banner_tenha um otimo dia


Mons. Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e Presidente da Fundação João Paulo II. É autor de diversos livros, milhares de palestras em audio e vídeo, viajando o Brasil e o mundo em encontros de evangelização. Acesse: http://www.padrejonas.com

comentários