#PHN20ANOS

Testemunho de amor e luta

Pedro Teixeira testemunha seu amor pelo PHN e fala da luta que enfrentou ao perdeu seu bebê às vésperas do acampamento

Meu nome é Pedro Teixeira, tenho 25 anos, sou casado com Camila e moro em Natividade, interior do Rio de Janeiro. A nossa história com o PHN é uma história de amor, de muita luta e força de vontade.

Sempre tive o sonho de conhecer a Canção Nova! Em 2008, no PHN de 10 anos, tive a oportunidade de ir, com uma caravana da minha cidade, para Cachoeira Paulista (SP). Nesse acampamento, eu me encantei com a Canção Nova, tive um encontro verdadeiro com Deus e apaixonei-me pelas obras da Canção Nova.

Testemunhos de jovens restaurados pelo PHN

Pedro e sua família. Foto: Arquivo Pessoal

Eu e a minha esposa tínhamos esse sonho de levar mais pessoas à Canção Nova; e, em 2014, foi nosso primeiro ano como coordenadores de caravana.

Dor e superação

Começamos a namorar em 2012. Em 2015, noivamos; 2016 casamos. Mas 2017, foi um ano de muita luta para nós!

No dia do meu aniversário, recebemos a notícia de que a minha esposa havia perdido nosso bebê, mas fomos à Canção Nova, assim mesmo, para o PHN. Pedimos a Deus que nos desse a graça de termos um bebê, de sermos agraciados com o dom da vida de um filho. Pedimos em adoração durante o PHN e Ele nos deu um filho.

Leia mais:
.: Vida: alegria do verão às tardes frias do inverno
.: Quatro características essenciais no namoro
.: O que é um pré-namoro?
.: Como viver a castidade no tempo de noivado e casamento?

Lorenzo, nosso bebê, nasceu dia 5 de abril deste de 2018. Este ano, eu vou ao PHN para agradecer a bênção que recebemos. Eles não poderão ir, porque o Lorenzo está muito novo! Minha esposa vai assistir ao acampamento pela televisão, mas, no ano que vem, se Deus quiser, estaremos juntos para agradecer a essa bênção.

O PHN é uma bênção na nossa vida. A Canção Nova é uma bênção na nossa vida, e é por isso que fazemos todo esse esforço!

comentários