Luz da Fé

Somos consolados não pelo mundo, mas sim por Deus

A partir do ensinamento do Catecismo da Igreja Católica, nos números 692 e 693, refletiremos sobre o nome próprio do Espírito Santo.

Assista ao programa:

Ao anunciar e prometer a vinda do Espírito Santo, Jesus o denomina o “Paráclito”, literalmente: aquele que é chamado para perto de, “advocatus” (Jo 14,16.26; 15,26; 16,7). “Paráclito” é, habitualmente, traduzido por “Consolador”, sendo Jesus o primeiro consolador. O próprio Senhor chama o Espírito Santo de “Espírito de Verdade”.

Consolados por Deus para consolar os irmãos

Além de seu nome próprio, que é o mais empregado nos Atos dos Apóstolos e nas Epístolas, encontram-se, em São Paulo, as denominações: o Espírito da promessa (Gl 3,14; Ef 1,13), o Espírito de adoção (Rm 8,15; Gl 4,6), o Espírito de Cristo (Rm 8,11), o Espírito do Senhor (2Cor 3,17), o Espírito de Deus (Rm 8,9.14; 15,19; 1Cor 6,11; 7,40) e, em São Pedro, o Espírito de glória (1Pd 4,14).

Veja mais:
.: Que o Sopro de Deus venha nos dar vida nova
.: Senhor, libera em mim a Tua unção!
.: Espírito Santo, nosso companheiro inseparável

Diante desse ensinamento do Catecismo da Igreja, peçamos ao Espírito Santo, Aquele que é o “Paráclito”, o Espírito consolador, que Ele nos console e, ao mesmo tempo, que essa consolação do Espírito “passe por nós” e atinja nossos irmãos. Que cada pessoa que o Divino Espírito colocar ao nosso lado seja consolada através de nós, não conforme o mundo “consola” os homens, mas sim com essa consolação que vem de Deus, ou seja, com uma consolação profunda e verdadeira.

Um forte abraço!


Alexandre Oliveira

Membro da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Alexandre é natural da cidade de Santos (SP). Casado, ele é pai de dois filhos. O missionário também é pregador, apresentador e produtor de conteúdo no canal ‘Formação’ do Portal Canção Nova.

comentários