Luz da Fé

Qual é o remédio para nossa tibieza?

Cristo Ressuscitado quer curar nossa alma da tibieza

A partir do ensinamento do Catecismo da Igreja Católica, nos números 695 e 696, continuamos na nossa reflexão sobre os símbolos do Espírito Santo.

Assista ao programa:

O fogo. Enquanto a água significa o nascimento e a fecundidade da Vida dada no Espírito Santo, o fogo simboliza a energia transformadora dos atos do Espírito Santo. O profeta Elias, que “surgiu como um fogo, cuja palavra queimava como uma tocha” (Eclo 48,1), por sua oração atrai o fogo do céu sobre o sacrifício do monte Carmelo, figura do fogo do Espírito Santo que transforma o que toca. João Batista, “que caminha diante do Senhor com o espírito e o poder de Elias” (Lc 1,17), anuncia o Cristo como aquele que “batizará com o Espírito Santo e com o fogo” (Lc 3,16), esse Espírito do qual Jesus dirá: “Vim trazer fogo à terra, e quanto desejaria que já estivesse aceso!” (Lc 12,49). É sob a forma de línguas “que se diriam de fogo”, que o Espírito Santo pousa sobre os discípulos na manhã de Pentecostes e os enche de Si. A tradição espiritual manterá este simbolismo do fogo como um dos mais expressivos da ação do Espírito Santo. “Não extingais o Espírito” (1Ts 5,19).

Veja mais:
.: Que essa água mude nosso deserto em um lugar de vida
.: Somos consolados não pelo mundo, mas sim por Deus
.: Que o Sopro de Deus venha nos dar vida nova

Durante esta festiva semana, na qual estamos celebrando a Oitava de Páscoa, cultivando, no nosso coração, essa alegre certeza de que Jesus está vivo e caminha conosco, peçamos a Cristo Ressuscitado que Ele nos aqueça com Seu fogo abrasador. E como precisamos desse fogo santo! Não é verdade? Afinal, o remédio para a nossa tibieza chama-se Espírito Santo.

Incendeia, Senhor, a nossa alma!


Alexandre Oliveira

Membro da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Alexandre é natural da cidade de Santos (SP). Casado, ele é pai de dois filhos. O missionário também é pregador, apresentador e produtor de conteúdo no canal ‘Formação’ do Portal Canção Nova.

comentários