Reflexão

Luz da Fé: Um amor que não muda

O amor de Deus preenche e sustenta o coração humano

Neste programa ‘Luz da Fé’, quero refletir com você sobre os números 219 e 220 do Catecismo da Igreja Católica, que nos ensinam o seguinte:

Deus é Amor

219. O amor de Deus por Israel é comparado ao amor de um pai por seu filho. Este amor é mais forte que o amor de uma mãe por seus filhos. Deus ama seu povo mais do que um esposo ama sua bem-amada; este amor se sobreporá até as piores infidelidades; irá até a mais preciosa doação: “Deus amou tanto o mundo, que entregou seu Filho Único” (Jo 3,16).

220. O amor de Deus é “eterno” (Is 54,8): “Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem abalar-se, mas o meu amor não mudará” (Is 54,10). “Eu te amei com um amor eterno, por isso conservei por ti o amor” (Jr 31,3).

Foto ilustrativa: Jorge Ribeiro / cancaonova.com

No programa anterior, refletíamos a respeito de que Deus é a Verdade. Hoje, vamos refletir sobre essa linda realidade de que Deus é Amor. Ao ler essa passagem do livro do profeta Isaías trazida pelo Catecismo da Igreja – “Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem abalar-se, mas o meu amor não mudará” (Is 54,10) –, eu me recordo de que, há alguns meses, encontrei-me com um velho amigo dos tempos de Grupo de Oração da Renovação Carismática Católica (RCC) na minha cidade. Tive a alegria de encontrá-lo durante a Santa Missa no Santuário do Pai das Misericórdias.

Ao me ver, esse meu amigo me disse: “Rapaz, você não mudou nada!”. Na verdade, eu mudei sim ao longo dos anos. Confesso que ganhei uns quilinhos a mais depois que me casei. Mas para esse meu amigo, eu não havia mudado nada.

Um amor que não muda

A mudança faz parte da nossa vida: mudança de casa, de cidade, mudança quando os filhos crescem e saem para morar em outro lugar; mudanças no corpo, mudanças hormonais e por causa do envelhecimento. Mudanças que, muitas vezes, não têm como serem evitadas. Precisamos entender que a mudança é algo próprio da nossa existência.

Existe, no entanto, algo que não muda. E o que seria isso? O amor de Deus por cada um de nós.

Deixe que essa palavra encontre abrigo dentro do seu coração: “Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem abalar-se, mas o meu amor não mudará” (Is 54,10). Meu irmão, o amor de Deus por você não muda. Você pode até ter mudado com o passar do tempo, pode ter mudado física ou psicologicamente, mas saiba: existe algo que é imutável, o amor de Deus por você! Por isso, não se desespere diante das mudanças que acontecem na sua vida.

A lição da galinha

Certa vez, Dona Maria estava estendendo roupa no quintal quando ouviu resmungo de galinha choca, no meio de um cisqueiro. “Onde é que a galinha foi chocar a sua ninhada?”, pensou a mulher.

Abrindo caminho com dificuldade por entre os galhos secos e montes de capim, Dona Maria encontrou, realmente, a galinha acocorada em cima dos pintinhos. Mas ali não havia água nem comida. Poderiam morrer todos naquele sufoco de galhos e sujeira. Mais do que depressa, ela ajuntou dez pintainhos no avental, pegou a mãe debaixo do braço e levou-os para o galinheiro.

A galinha parecia não estar muito contente com a mudança. Talvez faltasse comida, pensou a boa camponesa. Enquanto foi e voltou com uma pratada de arroz cozido, a galinha tinha sumido, deixando ali os seus pintinhos.

Leia mais:
.: Luz da Fé: O Senhor não engana ninguém
.: Luz da Fé: Descobrir a própria pequenez
.: Luz da fé: A onipotência de Deus nos liberta

A mulher resmungou: “Êta, galinha tonta e boba! Largou os filhotes e saiu por esse mundo à toa”. Desconfiando de que havia voltado para o ninho antigo, ela foi atrás. Sim, lá estava a galinha. A mulher quase não acreditou no que viu. Carinhosamente, aconchegava debaixo das asas um pintinho que havia sido esquecido pela camponesa.

Dona Maria comoveu-se até as lágrimas. O pintinho poderia morrer por falta de comida, mas nunca por falta de amor!

Assim é o Senhor nosso Deus: Ele nunca permitirá que morramos por falta do Seu amor. Se está faltando amor na nossa vida, não será por que nos distanciamos d’Ele? Porque todo aquele que vive perto de Deus jamais se sentirá com falta de amor, pois o amor de Deus preenche e sustenta o coração humano.

Muito mais do que “qualquer galinha”, o Senhor deseja nos envolver e aquecer com Seu amor, esse mesmo amor, que é eterno e imutável, esse mesmo amor que nos enche, hoje, de esperança diante das dificuldades que enfrentamos a cada dia, pois é certo que, mesmo na presente tribulação, o amor de Deus nos sustenta.

Um forte abraço!

Assista ao programa:


Alexandre Oliveira

Membro da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Alexandre é natural da cidade de Santos (SP). Casado, ele é pai de dois filhos. O missionário também é pregador, apresentador e produtor de conteúdo no canal ‘Formação’ do Portal Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.