a última que morre

Não existe nada pior do que a morte da esperança

Se você se sentir enfraquecer na esperança, busque ajuda

Todos nós trazemos o sentimento de esperança cravado dentro de nós. Faz parte do ser humano esperar e acreditar. Somos seres expectantes, sempre à espera de algo ou alguém. Claro que as realidades que vivemos, as dores que enfrentamos, as dificuldades que nos assolam são motivos para nos fazer enfraquecer e esmorecer. É um conflito interno que vivemos todas as vezes que tendemos a desistir de algo que esperamos tanto. A famosa frase “A esperança é a última que morre” tem seu fundo de verdade, pois, internamente, lá no fundo do coração, sempre esperamos que o milagre aconteça e que as mudanças surjam.

Não existe nada pior do que a morte da esperança

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Por isso, esta frase, citada no filme ‘Rei Arthur’ – “Não existe morte pior do que a morte da esperança” –, é uma realidade forte, pois, realmente, abala nossa alma, que quer acreditar sempre. Esperar por esperar não nos tranquiliza, não traz frutos. Nossa espera é baseada no acreditar em algo ou alguém maior, que nos ajuda a superar aquela tal dificuldade. Nós, cristãos, acreditamos no Deus dos impossíveis, Aquele que pode todas as coisas.

Espere em Deus

A Palavra de Deus nos diz em Romanos 5,5: “A Esperança não decepciona”, e ela é a presença do próprio Deus em nós. Somos morada d’Ele. Ele é essa força que nos impulsiona para frente, para cima, e nos faz ir adiante. Se essa esperança, que é a presença do próprio Deus em nós, morrer, o que nos resta? Não há morte pior que essa.

Se você se sente enfraquecer, busque ajuda. Há tantos meios que podemos utilizar para alimentar nossa fé!Utilize desses meios, sejam eles livros, músicas, palestras, uma conversa amiga, um desabafo, um momento de oração. Busque os sacramentos que nos fortalecem e renovam. A meditação da Palavra, a contemplação da natureza ou de uma criança.

Deus também nos fala nos detalhes. Fiquemos atentos e rezemos juntos: “É em vós, Senhor, que procuro meu refúgio; que minha esperança não seja para sempre confundida. (Salmos 70, 1)”


Paulo Victor e Letícia Dias

Cirurgião-dentista de formação, Paulo Victor foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentador, locutor e radialista. Atualmente, ele mora em Campo Grande (MS). É empresário e casado com Letícia Dias.

Letícia Dias é Gerente de Conteúdo e estudante de Letras/Libras com foco na Educação Especial. Foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentadora de programas. Hoje, ela mantém uma agitada rotina familiar. Letícia tem um filho caçula que nasceu com Síndrome de Down, e isso a refaz todos os dias.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.