Ensinamentos de Jesus

Formação contínua de catequistas: orientando sobre outras religiões

É comum que alguns dos catequizandos tragam consigo alguma influência de outras religiões, cristãs ou não. Seja porque tiveram contato com essas religiões através de familiares, amigos, conhecidos, ou porque – cientes da existência de outros modos de pensar – estejam curiosos sobre como outras doutrinas se apresentam. É, então, que o termo principal é “orientar”. O catequista deve reconhecer as diferentes religiões que podem ser apresentadas nos encontros e lembrar-se de que Jesus Cristo ensinou, como fundamento da doutrina cristã, o amor. Com isso, toda religião que pregue o amor ao próximo, a caridade e a paz, deve ser reconhecida como semelhante.

Nas palavras do Papa Paulo VI: “as outras religiões que existem no mundo procuram de vários modos ir ao encontro das inquietações do coração humano, propondo caminhos, isto é, doutrinas e normas de vida e também ritos sagrados. A Igreja católica nada rejeita do que nessas religiões existe de verdadeiro e santo. Olha com sincero respeito esses modos de agir e viver, esses preceitos e doutrinas que, embora se afastem em muitos pontos daqueles que ela própria segue e propõe, todavia, refletem não raramente um raio da verdade que ilumina todos os homens”. Assim, os encontros em que outras religiões sejam citadas podem caminhar para a seguinte reflexão: “Esse preceito é diferente do que Jesus nos ensinou?”

Formação contínua de catequistas orientando sobre outras religiões

Foto Ilustrativa: Rawpixel by Getty Images

É preciso conscientizar os catequizandos das outras religiões

Como cristãos sabemos que Jesus Cristo é “o caminho, a verdade e a vida” (Jo 14, 6), mas mesmo os apóstolos que ouviram isso ainda não compreendiam em profundidade o que lhes estava sendo ensinado. E como os ensinamentos de Jesus se fundamentam no amor, não podemos nós – em nossa limitação – negar as doutrinas de outras religiões que ensinam o mesmo. Então, deve o catequista orientar seus catequizandos sobre as semelhanças entre as doutrinas de outras religiões e os ensinamentos de Jesus Cristo. Antes de tudo é preciso ensinar o amor, o carinho, o cuidado, a fraternidade, a caridade e a paz, depois a doutrina. Fiquemos atentos para não menosprezar os que não proclamam em palavras o que ensinou Jesus Cristo, mas que, ainda assim, vivem o amor.

Uma vez aceita a mensagem de amor, qualquer que seja sua fonte, eis o momento de orientar. Ensina o Papa João Paulo II que “Contemplar Cristo implica saber reconhecê-Lo onde quer que Ele Se manifeste, com as suas diversas presenças mas sobretudo no sacramento vivo do seu corpo e do seu sangue”. Mais do que Mestre que nos ensinou a viver o amor, Jesus Cristo é o Deus Vivo e Verdadeiro, que nos acompanha, nos ampara e nos conforta. Além de nos deixar a missão de evangelizar, Jesus formou conosco uma aliança: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28, 20). É essa presença que nos fortalece e permite nos sobrepor a pequenez humana para, em comunhão com Jesus Cristo, alcançar a santidade.

Leia mais:
.: Dia Mundial da Religião: você tem feito a diferença no mundo?
.: Você já parou para pensar como seria o mundo sem religião?
.: Qual é a natureza da virtude da religião para nós cristãos?
.: A diferença de religião nos relacionamentos 

Sejamos proclamadores do amor ensinado por Jesus

Que possamos transmitir uma mensagem de amor em nossos encontros, afastando toda ignorância e intolerância, aceitando o outro como irmão e percebendo que, acima de tudo, todos os que praticam a caridade são seguidores de Cristo. Lembremo-nos sempre do Deus vivo e verdadeiro, que nos quer santos e juntos d’Ele no reino dos céus. Que assim seja e bons encontros.

REFERÊNCIAS:

BÍBLIA SAGRADA. Tradução da CNBB, 18 ed. Editora Canção Nova.

JOÃO PAULO II. Carta Encíclica Ecclesia de Eucharistia. Roma, 17 abr. 2003.

PAULO VI. Declaração Nostra Aetate sobre a Igreja e as religiões não-cristãs. Roma, 28 out. 1965.

banner espiritualidade


Luis Gustavo Conde

Catequista atuante na evangelização de jovens e adultos. Palestrante focado na doutrina cristã. Advogado com atuação na área de Direito de Família e Direito Bancário. Tecnólogo em Gestão Empresarial. Professor de cursos técnicos-profissionalizantes.
Instagram: @luisguconde Contato: luisguconde@gmail.com

 

 

comentários