comunhão de alma

Todo dia é Dia do Amigo

Nada pode separar duas almas ligadas pelo amor e pela amizade

O que é o amor? Será que é possível que este sentimento morra? Será que é tão frágil assim, que qualquer “tempestade” pode abalar seus alicerces? Descobri que nada pode destruir ou abalar o amor. Mas podemos fazer conceitos errados dele, assim como podemos fazer mau uso dele. Hoje em dia, usa-se a palavra amor para tudo, banalizando seu sentido, seu valor.

Poucos sabem o verdadeiro significado da expressão “eu te amo”, mas esta é usada para quase tudo, a qualquer hora, e muitas vezes para obter benefícios próprios. Assim como este sentimento, a amizade também sofre esta banalização. Pois tanto um como o outro estão intimamente ligados. Assim como não se pode separar o café do leite após a mistura, o mesmo ocorre com estes sentimentos. Estão tão misturados, tão juntos, que podemos confundi-los. Sim, isso é possível.

Aos amigos dizemos “eu te amo”, ou pelo menos deveríamos dizer. Porque afirmar isso é o mesmo que dizer “Você jamais morrerá para mim”.

A metade de nossa alma é um bom amigo

Nada, absolutamente nada, pode separar duas almas ligadas pelo amor e pela amizade, pois elas são eternas, jamais morrem uma para a outra. Ficam sempre presentes nos atos e nos pensamentos. “Uma amizade verdadeira é como uma alma em dois corpos”, afirma Aristóteles. “A metade de nossa alma é um bom amigo”, disse Santo Agostinho. Vive bem quem ama bem, quem cultiva boas amizades, e amizades verdadeiras. Pois quem se fecha ao amor e à amizade, se fecha à vida. E com isso morre.

O amigo sabe dos nossos defeitos e de nossas qualidades

Toda relação passa pela amizade. Se não passar, terá grandes chances de não dar certo, pois está fundamentada em outras coisas passageiras. Mesmo as relações conjugais, porque o esposo e a esposa, antes de tudo, devem ser amigos. Pois é na amizade que aprendemos o mútuo respeito, o ser transparente, o ser verdadeiro, o não ter segredos um para com o outro, o dar e saber receber sem interesses. O amigo sabe dos nossos defeitos e de nossas qualidades. E o que o faz diferente dos demais é que ele acolhe ao outro do jeito que é, e sabe esperar o seu tempo.

Leia também: 

:: Um amigo antecipa o céu 
:: Cultivar amizades verdadeiras
:: Briguei com meu amigo, o que fazer?

:: Como lidar com a decepção

O verdadeiro amigo nos abre e incentiva a outras amizades

O tempo de crescimento, amadurecimento e transformação. Quem não sabe esperar, dificilmente sabe ser amigo. Pois o amigo é a “fração do tempo” que parou exclusivamente para nós. E ele sabe ser “exclusivo” sem se fechar a outras relações. Pois o verdadeiro amigo nos abre e incentiva a outras amizades. Ele, muitas vezes, também vai nos decepcionar, pois é diferente da gente. Ninguém é igual a ninguém. É nas diferenças que os amigos se fazem semelhantes a nós. E devemos saber nos relacionar com o diferente, pois é assim que compartilhamos as nossas riquezas. “Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro” (Eclesiástico 6,14). A amizade acaba quando a desconfiança entra, pois desta forma, nos fechamos em nós, e já não somos capazes de nos abrir e nos aprofundar no outro. Ser amigo é conhecer as coisas essenciais da amizade, e “o essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração” (Saint Exupéry).

Quem procura uma amizade para se completar viverá se decepcionando

Quem procura uma amizade para se completar, viverá se decepcionando com as pessoas. Pois ninguém pode nos completar. Por maior que seu amor seja por alguém, nunca será capaz de completá-lo. Só Deus pode nos completar. Ele é o maior dos Amigos. Foi capaz de dar a vida pelo outro, por nós. Ele soube ser Amigo como ninguém, pois soube amar infinitamente.

Jesus é um Homem cujos sentimentos são equilibrados, e por este motivo vive bem o amor e a amizade pelos demais. Os amigos dão a vida pelo próximo, e não medem esforços, ou tempo para isso. Dão-na no comum do dia-a-dia. É um contínuo morrer paras as coisas ruins do outro e ressuscitar para as coisas boas e de valor que ele tem a oferecer.

O amigo nos cativa. Cativar é criar laços. Nós temos necessidade de ter um ao nosso lado, não com sentimentos de posse, mas com sentimentos de um amor puro, que é constante e presente. Assim como o som da chegada de um inimigo nos leva a nos “escondermos” em nossas tocas; a chegada do amigo faz com que saiamos delas. Ele nem sempre concorda com tudo que pensamos ou fazemos, pois é a voz da consciência que Deus colocou ao nosso lado, para nos fazer mais santos. Com certeza, ele vai nos decepcionar, pois ele é humano, assim como nós. Mas ele também se decepcionará conosco. E o bonito na amizade é que o amor que há nela, não deixa essas diferenças, por maiores que sejam, separar os verdadeiros amigos.

Na verdadeira amizade há sempre tempo e vontade para se reconciliar. Deve-se esquecer as decepções. Ninguém é igual. Se alguém errou e se foi, outro pode acertar. E creia, ele vai acertar! As coisas ruins dos amigos devemos escrevê-las na areia do “mar da vida” para que as “ondas da misericórdia” venham e as apaguem. Mas as coisas boas nós fazemos questão de gravar na “rocha firme” do nosso coração para que nem o tempo as apague!

O verdadeiro amigo está sacramentado em nosso coração

O verdadeiro amigo está sacramentado em nosso coração. Porque o tiramos de ordinário de nossa vida para colocá-lo no extraordinário dela. “O amigo ama em todo o tempo: na desgraça, ele se torna um irmão” (Provérbios 17,17).

Deus é amor. Deus é amizade. Amor é Deus e Amizade também é Deus. E nada pode nos separar dessa verdade. Porque em Cristo somos mais que vencedores. O amor não acaba, o que acaba são os sentimentos enganosos e as paixões. Amar é mais que sentimento. É decisão, como o é a amizade. Queira ser e deixar-se ser amigo. Basta ser bom. “Com a bondade se atrai as pessoas” (São Padre Pio). Todos os dias é dia de amar. Todos os dias é dia de ser amigo. É por isso que todo dia é Dia do Amigo. Todo dia é dia de Deus em nossas vidas, pois ele é o modelo do verdadeiro Amigo!

Texto de Paulo Sérgio Casella Filho

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.