profeta

A missão de João Batista é nos preparar para a vinda do Senhor

João Batista foi o agente enviado para preparar o povo para a vinda iminente do Messias

João Batista, percebemos, é aquele que anunciou a vinda do Senhor. No entanto, ele é mais do que isso! João Batista foi o último profeta do Antigo Testamento. Então, quando olhamos para ele, estamos olhando para alguém que está chamando o povo a se arrepender de seus pecados e voltar para o Senhor. Ele anuncia que Aquele que vem será como uma espada de dois gumes: aqueles que se voltarem para Ele serão trazidos para Seu rebanho, mas aqueles que rejeitarem Seu chamado ao arrependimento serão afastados do rebanho. O Senhor está chamando as pessoas a fazerem escolhas.

A missão de João Batista é nos preparar para a vinda do Senhor

Imagem ilustrativa

Se quisermos uma melhor compreensão do papel de João Batista, não precisaremos procurar mais do que a primeira leitura de Isaías 49,1-6. Observe o que diz o profeta: “Jeremias, o profeta, e todos eles tinham uma mensagem semelhante: o Senhor o formou para ser o profeta que chamava Jacó, que é o povo hebreu de voltar à santidade”.

João foi o agente enviado para preparar o povo para a vinda iminente do Messias, para chamar as pessoas de volta à santidade. Então, Deus formou Seu Filho no útero, instruiu-O e levou-O a sair ao mundo e pregar para as pessoas retornarem ao Senhor. Uma das principais coisas que está acontecendo é que João sabe o que as pessoas não sabem. Que o mundo vai mudar e eles devem estar preparados. Em quarenta anos, o mundo deles mudará radicalmente, e aqueles que não prestarem atenção ao aviso de João e não estiverem preparados para ouvir a Palavra de Deus, virão a se encontrar do lado errado do mundo em mudança.

O que vai mudar?

Costumo relembrar que, a partir do momento em que você vê São João Batista chegar ao local descrito no Evangelho, imagina um relógio grande ao fundo, de 40 anos a zero. Quando o zero chegar, os romanos virão e limparão as nações hebraicas da face do mapa até 1948 a.d. O templo, que é tão importante para a comunidade judaica, será destruído, para não ser reconstruído, e o povo escolhido será enviado para as quatro equinas do mundo.

Há mais, porque muitos dos judeus rejeitam a pregação dos apóstolos de Jesus. São Paulo, então, sai para pregar aos gentios, e essa é a primeira vez, na história, que uma mensagem judaica é pregada aos Goyim (os não-judeus) e o mundo muda ainda mais.

Tudo isso foi profetizado desde o tempo de Isaías, e continua até hoje. No entanto, há mais. Tudo o que você pode ver, na missão de João Batista, tudo o que você pode ver escrito sobre ser formado no útero como agente da mensagem de Deus também pode ser dito sobre você como membro da Igreja.

Qual é a nossa missão?

Essa é a mensagem da Igreja, hoje, e você foi chamado para fazer parte dela. Para nós, há a missão de prepararmos a nós e aos outros para a segunda vinda de Cristo. Há duas maneiras que surgem: quando morremos ou no fim do mundo. Como eu gosto de dizer: quando vamos lá ou Ele vem aqui. Essa é a nossa missão: preparar-nos e aos nossos vizinhos para esse momento.

Há um ditado que diz: “Não há nada de novo sob o sol”. O engraçado é que dizer ‘não’ é novo também. Na verdade, é atribuído a Salomão e tem cerca de três mil anos de idade. Você pode encontrá-lo no livro de Eclesiastes (1, 9). Assim, a mensagem de João Batista é tão relevante agora como era antes.

Lembre-se de que ninguém tinha qualquer expectativa de que o estado judeu fosse varrido do mapa. De fato, ironicamente, sob os romanos que ocupavam Judá, o estado ainda existia, ainda que sob o domínio romano. Eventualmente, porque eles enfureceram os romanos, os soldados imperiais eliminaram o estado e o templo. Você pode saber que João Batista tinha uma ideia do que estava por vir e estava advertindo o povo.

Abraçar Cristo ou os caminhos políticos do mundo?

Agora, vamos ver dessa maneira. De repente, você é mandado de volta no tempo para a sua paróquia em 1888. É uma nova era para os católicos, e todos estão animados. Aqui, nos Estados Unidos, estão quase no final da reconstrução. Os trens agora estão conectando não apenas Boston e Nova York, mas Nova York e Chicago, depois, Los Angeles; e isso foi há vinte anos.

Há um grande futuro vindo ao mundo e todos estão animados. Mas você vê o futuro e sabe que, de fato, grandes coisas estão reservadas, mas também são coisas horríveis. Há uma guerra mundial com máquinas de combate ferozes e produtos químicos horríveis. Existe uma nova filosofia que vai ultrapassar o mundo, que vai mudar as economias e escravizar as nações. Há outra Guerra Mundial chegando, uma bomba atômica e muito mais, e você percebe que essa Igreja, que é chamada de St. Michaels, terá uma poderosa voz para brincar na vida daqueles que assistem até hoje e muito mais. Serão pregadas mensagens para afastar as pessoas do pecado e aproximá-las de Cristo, missões e orações ditas pelos soldados no exterior.

Os governos vão mudar, e os Estados Unidos estarão do lado de uma grande guerra entre capitalismo e comunismo. As nações serão incorporadas ao bloco comunista de nações que se oporão ao mundo ocidental e aos EUA. Finalmente, os Estados Unidos entrarão em um período de turbulência, onde o discurso é policiado e as pessoas ofendidas silenciarão o debate, a fim de criar uma moralidade baseada na emoção e na paixão, em oposição à razão e à fé. As pessoas, o tempo todo, terão de decidir se abraçam Cristo ou abraçam os caminhos políticos do mundo. A coisa é, você estará ciente de todas as mudanças que estão por vir e saberá como sua paróquia e cidade estarão em 150 anos. Você estará ciente de quão urgente é a mensagem do Evangelho.

Isso lhe daria uma ideia da missão de São João Batista. Ele sabia de alguma coisa e agia de acordo com o que sabia. Você foi chamado para viver em um mundo que é, provavelmente, mais parecido com o tempo de São João Batista, Isaías, o Profeta e Jeremias e Ezequiel do que você pode imaginar. Você viu o padrão, você sabe que o único fator estável é Cristo. Agora, eu pergunto-lhes: você percebe a urgência de viver sua mensagem? Você percebe o chamado para ser profeta na maneira como vive sua vida? Se assim for, você tem uma melhor compreensão da missão de São João Batista e da missão de vocês.

Padre Robert Carr, membro do segundo elo da Comunidade Canção Nova nos Estados Unidos e autor do blog: https://blog.cancaonova.com/catholicismanew/

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.