projeto de deus

Deus deseja a salvação de todos

O projeto de Deus para o seu povo

O projeto de Deus é a salvação de todos os homens. Essa afirmação nos é assegurada pelo Catecismo da Igreja Católica (CIC) quando, no número 851, além de esclarecer que a salvação é universal, também, nos deixa entender que o meio para alcançar essa salvação é o conhecimento da verdade.

Conseguimos compreender isso quando, no primeiro livro de Timóteo 2,4, o apóstolo Paulo diz que: “Deus quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. Com essa passagem bíblica, podemos ter a certeza da vontade de Deus sobre a nossa vida. Deus deseja alcançar a humanidade inteira e conduzir todos os povos à salvação. Não tenha dúvida de que o Senhor quer a todos, caso contrário, Deus estaria fazendo acepção de pessoas, sendo que, sabemos que isso, Deus não faz.

Deus deseja a salvação de todos

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Podemos nos perguntar: “Onde posso encontrar essa verdade?”. Antes mesmo de sabermos onde encontrarmos essa verdade que nos salva, precisaremos saber “que verdade é essa?”. Essa resposta encontraremos na boca de Jesus quando Ele diz: “Eu sou o caminho a verdade e a vida […]” (Jo 14,6).

A Igreja, Corpo de Cristo

Para entendermos a salvação do homem, faz-se necessário entendermos por quais meios isso acontece. A doutrina da Igreja atesta que, de forma sacramental, a Igreja é o instrumento de Redenção dos homens, a Igreja é o sacramento universal de salvação.

Encontramos na Bíblia duas passagens que apontam a nossa união íntima com Cristo, ao ponto de entendermos que, nós, somos Igreja como corpo místico de Cristo. Na parábola da videira está assim: “Eu sou a videira e vós, os ramos. Aquele que permanece em mim, como Eu nele, esse dá muito fruto, pois sem Mim nada podeis fazer” (Jo 15, 5). Nessa passagem, Jesus já diz que precisamos estar ligados a Ele.

A outra passagem está em Jo 6, 56: “Quem se alimenta com a Minha carne e bebe o Meu sangue permanece em mim, e Eu nele”. Com essas passagens bíblicas, podemos ver, claramente, que não estamos apenas reunidos em torno de Cristo ou da sua Igreja, mas estamos inseridos n’Ele.

Inseridos em Cristo, como seus membros, somos alcançados pelos Seus efeitos e não menos pelo efeito da Sua morte na Cruz, que é a salvação de toda a humanidade. Os sacramentos e o Espírito Santo são os meios que nos tornam corpo místico de Cristo, como lemos no CIC 804: “A Igreja é o Corpo de Cristo. Pelo Espírito e pela ação deste nos sacramentos, sobretudo na Eucaristia, Cristo morto e ressuscitado constitui a comunidade dos crentes como seu corpo”.

Cristo Salvador e salvação são anunciados pela Igreja

O Mistério Pascal é o centro da Boa Nova anunciado pela Igreja. E, a Igreja unida a Cristo é, ao mesmo tempo, Santa e santificante. Dessa forma, entendemos que na Igreja está a salvação.

A Congregação para a Doutrina da Fé escreveu uma carta aos bispos falando sobre a salvação cristã, que diz: “O lugar onde recebemos a salvação trazida por Jesus é a Igreja, comunidade daqueles que, tendo sido incorporados à nova ordem de relações inaugurada por Cristo, podem receber a plenitude do Espírito de Cristo” (Cf. n.12). Nós, católicos, temos a graça de, na Igreja, recebermos os meios de santificação para as nossas vidas que são os sacramentos.

É por meio dos efeitos dos sacramentos que Deus quer santificar o seu povo, assim, concluímos, ao mesmo tempo, que Deus nos quer na Igreja, pois é nela que são administrados os sacramentos.

A nossa salvação não é autônoma, ninguém salva-se a si mesmo e nem mesmo alcança a salvação sozinho. Por essa razão, entendemos que nós como batizados e inseridos no corpo místico de Cristo, temos a missão de anunciar. Contudo, lembremos que não há anúncio sem fidelidade. A fidelidade dos batizados é condição para o anúncio, pois o testemunho credita o anúncio.

Leia mais:
::Você sabe o que é a Santa Missa e qual sua importância?
::Você sabe quais são as partes da Missa e seus elementos?
::As crianças também podem fazer a comunhão espiritual?
::A diligência é o remédio que combate o pecado da preguiça

Comunicar a fé e a esperança em Cristo

Nós, que já experimentamos a salvação de Cristo em nossas vidas (ainda que não em plenitude) somos impulsionados por Cristo para evangelizar e levar a outros essa mesma experiência. São Paulo escrevendo aos romanos nos diz: “Pois é na esperança que fomos salvos […]” (8, 24). A esperança que nos salvou é ainda a
esperança que aguardamos para vivê-la em plenitude. Quantas pessoas ainda estão perdidas, desorientadas e sem esperanças, porque não descobriram o motivo real da sua esperança.

Meus amigos, o motivo da nossa esperança é Cristo e Ele quis Se mostrar a nós. Deus, sabendo que somos como Tomé (precismos ver para crer) desejou Se revelar e Se encarnou, desse modo, mostrou o Seu rosto na pessoa de Cristo. Contudo, a fé que nos leva a crer é dom dado por Deus, é graça do Espírito Santo. Não acreditaremos pelos nossos esforços humanos, o único esforço será o de pedir a Deus o dom da fé.

Eis a nossa missão: anunciar a esperança que Se encarnou e que por meio Dela todos somos salvos. Cristo tem uma força de atração que suscita a adesão do ser humano, realizando, assim, o encontro do homem com Deus, preenchendo o vazio existente no homem.

Por esse motivo, precisamos levar a Boa Nova da salvação àqueles que não ouviram falar de Cristo. Meus amigos, sejamos verdadeiros arautos da salvação de Deus, anunciadores do Seu Reino. E, assim, configurados a Cristo, também assumamos a sua missão: “Com efeito, o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido” (Lc 19,10).


Fábio Nunes

Francisco Fábio Nunes
Natural de Fortaleza (CE), é missionário da Comunidade Canção Nova e candidato às Ordens Sacras. Licenciado em Filosofia pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), Fábio Nunes é também Bacharelando em Teologia pela Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP) . Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, no Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.