Empatia

Usemos nossas misérias para sermos melhores para os outros

Não são poucos os momentos em que nos sentimos pequenos, especialmente quando nos propomos a fazer alguma coisa buscando a própria melhora. Entretanto, pouco tempo depois, percebemos que, novamente, nos colocamos em rota de colisão com as nossas misérias.

Mais uma vez, precisamos ser interceptados pela misericórdia de Deus, para que assim retomemos aos nossos propósitos. Experimentamos que, bondosamente, nosso Deus não nos compara com o que Ele é, mas entendemos que n’Ele reside a nossa meta.

Usemos nossas misérias para sermos melhores para os outros

Foto ilustrativa: AlexD75 by Getty Images

Da mesma maneira, junto comigo está uma grande multidão que abraçou os mesmos propósitos e, da mesma forma, têm se esforçado em se desviar dos desagradáveis encontros com essas misérias. Como se não fosse suficiente esse momento do aflorar das misérias, acontecerá justamente quando estamos sendo testemunhas, ou até quem sabe, as vítimas da situação.

Então, começaremos a exercitar e a conceder ao nosso próximo a mesma credibilidade que o próprio Deus nos concede. Olharemos para o outro, ainda envolto em suas misérias, e veremos que, apesar de todas as dificuldades que se afloraram, ele traz o mesmo desejo de se tornar melhor como também traz em si qualidades peculiares.

Leia Mais:
.:Luz da Fé: Descobrir a própria pequenez
.:A difícil tarefa de reconhecer a nossa culpa diante do erro
.: Como aceitar nossos erros
.:Como identificar se sou uma pessoa narcisista?

Nesses momentos, precisaremos lembrar que a nossa meta é atingirmos a estatura de Cristo, fazer aquilo que Ele fazia e ainda coisas maiores; então, poderemos experimentar a graça do perdão olhando não nos seus erros, mas sim em suas qualidades.

Isso só será atingido quando estivermos unidos na oração.

Deus o abençoe!

banner espiritualidade


Dado Moura

Dado Moura trabalha atualmente na  Editora Canção Nova, autor de 4 livros, todos direcionados a boa vivência em nossos relacionamentos. Outros temas do autor estão disponíveis em www.meurelacionamento.net twitter: @dadomoura facebook: www.facebook.com/reflexoes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.