Sem decisão não há vida

Decisão é uma palavra simples e ao mesmo tempo tão complicada…
Decisão significa fazer uma opção por uma parte, uma cisão, um corte, deixar cair a outra parte que sobrou e que na maioria das vezes, não é uma mera sobra, mas algo muito concreto, algo da nossa própria vida, nossos sonhos, projetos, vontades…

E quem não decide, não vive! Fica “patinando” nos seus próprios questionamentos sem ter a coragem de dar um passo que é de fé.
E aí entra um ponto fundamental: decidir é um passo de fé. Portanto, preciso descobrir o que Deus quer de mim, para então, dar esse passo, decidir-me por sua vontade que é o melhor para mim.

Bem… Nesse momento surge a grande questão: “E como encontrar a vontade de Deus na minha vida?”
E a resposta é a seguinte: vivendo bem cada momento, decidindo-se sempre pelo bem nas pequenas coisas do dia-a-dia, deixando cair o que me faz mal, ou seja, o pecado.

Decidindo-se por Deus nas pequenas coisas, sendo fiel a Ele no dia-a-dia, Ele me confiará mais, me dará clareza sobre o seu querer a meu respeito e, então, terei a capacidade, ou melhor, a graça de Deus, para fazer a decisão pela sua vontade.

Sendo fiel a Deus no dia-a-dia, deixando de lado o pecado e lutando contra o mal através da oração, eu me encontrarei mais com Deus e experimentarei o seu profundo amor; terei a certeza de que Ele é o melhor e me abandonarei à sua vontade, deixando, até mesmo, os meus sonhos, projetos, vontades e a minha própria vida, se for preciso, pois já tenho a clareza: Deus me ama e sua vontade é o melhor para mim, pois eu O experimentei!

“Ora, o mundo passa com suas concupiscências, mas o que faz a vontade de Deus permanece eternamente” (1 Jo 2,17).

Seja fiel!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.