A primeira impressão é a que fica?

Se não nos atentarmos corremos sérios riscos de vivermos em torno de grandes chavões, dos ‘ditos populares’.

Coisas do tipo “antes ele do que eu…”, “farinha pouca meu pirão primeiro…” etc e muitas destas frases dizem respeito ao convívio, ao relacionamento interpessoal; o que pode tornar um complicador.

Certa vez, uma professora de catequese contou-me uma história onde mostrava a vida como um trem em movimento, um trem em viagem. Durante este período muitas pessoas estão nos vagões, outras irão descer na próxima estação, outras irão pegar o trem começando uma viagem com aqueles que já estavam no vagão e assim por diante.

No primeiro impulso, buscamos um lugar pra sentar neste ‘trem’, nos alojamos e estabelecemos ali nosso referencial. Podemos conversar com aqueles que se abrem a nossa solicitação ou simplesmente nos limitar a responder; podemos ser companhias agradáveis ou aquelas que gostariam de nos jogar pra fora do trem.

Quando nos dispomos a amar, abrimos a guarda e os nossos próximos começarão a nos conhecer como realmente somos; muitas vezes de maneira bem diferente daquela primeira impressão.

Graças a Deus começa-se o processo de desfazer a ‘foto’ que no primeiro instante, pelo nosso livre arbítrio fizemos.

Um bom exercício seria então viver a seguinte frase: ‘Pensar bem de todos; Falar bem de todos; querer bem a todos’ – Pe. Jonas Abib


Dado Moura

Dado Moura trabalha atualmente na  Editora Canção Nova, autor de 4 livros, todos direcionados a boa vivência em nossos relacionamentos. Outros temas do autor estão disponíveis em www.meurelacionamento.net twitter: @dadomoura facebook: www.facebook.com/reflexoes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.