passado, presente, futuro

O tempo está a seu favor?

Não é fácil contar com o tempo, tendo em vista que ele é constante e não podemos pará-lo, tampouco podemos dominá-lo. O tempo de hoje não é o mesmo de ontem, e também não é o mesmo desde que você começou a ler este artigo, já não é o mesmo de agora, assim como este, não será o mesmo quando você terminar de o ler.

Se fôssemos encontrar um significado para definir o que é o tempo ou fazermos uma reflexão filosófica, penso que perderíamos muitas horas, então, quero falar da importância de se aproveitar o tempo, que é o agora que Deus nos dá.

Em muitas situações de nossas vidas, principalmente aquelas mais difíceis, a palavra tempo surge como inimiga, justamente porque, diante de um problema, queremos logo o ver solucionado, queremos que esta ou aquela situação seja logo sanada e que a dor passe o mais rápido possível.

Deus, porém, que está fora do “nosso tempo” e vê além, apresenta-me o tempo como meu amigo, aquele que gera em mim a esperança.

Cronologicamente, nossa vida está dividida em passado, presente e futuro. O passado não se pode mudar, por mais difícil que seja, como dizia Heráclito: “Não se pode banhar duas vezes no mesmo rio”, ou seja, as águas nas quais você se banhou ontem não são as mesmas de hoje, e não serão as de amanhã. “Tudo flui”. Portanto, não vale a pena parar no que passou e ficar se lamentando pelo que já foi levado pela “correnteza” da vida.

O tempo está a seu favor?

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Levante a cabeça, porque o tempo pode estar a seu favor, mas isso, se você decidir agora vivê-lo de uma forma nova, diferente da qual você vinha vivendo.

Nós fazemos a nossa história no tempo

Podemos comparar o tempo com o trabalho no campo. O belo da árvore, que virá, depende do bom plantio e do tempo gasto com a preparação da terra. Deus faz a Sua parte, dá a luz, o calor e a água, para que a semente floresça. Tudo o que é semeado com carinho e com amor no presente, Deus o abençoa e será bem colhido no futuro: “O que o homem semeia, isto mesmo colherá” (Gl 6, 7b).

Vejo, também, o tempo como o caderno e a caneta, os quais são colocados em nossas mãos por Deus. Cada momento é uma linha, cada dia uma página, mas esta está em branco, porque nós é que deveremos escrever nela, e somos nós também que decidiremos o que queremos ou não colocar na folha. Precisamos colocar na página de hoje uma história mais bela do que a de ontem, e isso gera em nós a esperança e a confiança de escrevermos melhor a página de amanhã.

O que você está semeando no hoje que Deus lhe dá? O que você está escrevendo, agora, no livro da sua vida?

Nós fazemos a nossa história no tempo, decidimos o que queremos escrever agora. Deus entra com a graça, com seu Espírito Santo (“luz, calor e água” de que necessitamos para crescer). Por isso, precisamos ser amigo do tempo, pois nossa vida não é uma corrida contra ele, mas é, antes de tudo, o Kairós que precisa ser vivido na plenitude.

O tempo de Deus é o presente

As belas paisagens da natureza precisam ser apreciadas como se fosse a última vez que nós a contemplaríamos. As pessoas que você ama precisam ser amadas como se nunca mais fôssemos vê-las. Dizer eu “te amo!” para seu pai, sua mãe, seu esposo, sua esposa, seus filhos ou seus amigos, precisa ser dito agora, porque amanhã pode ser tarde. Da mesma forma, é preciso estarmos na graça de Deus agora, como se fôssemos contemplá-Lo face a face, na eternidade agora. O tempo de Deus é o presente, é um presente de Deus para nós. Não reclame da demora do tempo, viva-o agora.

São Paulo nos diz: “Sabeis em que momento estamos: já é hora de despertardes do sono. Agora, a salvação está mais perto de nós do que quando abraçamos a fé” (Rm 13, 11).

Vivo em minha vida essa experiência de contar com o tempo, a resposta para a minha situação está escondida nele, mas não espero de braços cruzados, provo minha paciência no ciclo das horas e com ela cresce a minha esperança.

Leia mais:
::O que fazer no momento da raiva?
::Férias das pessoas?
::A presença dos transtornos no casamento
::Você sabe como defender seu filho de um abusador?

Escrevo, hoje, uma nova página na minha vida, porque o tempo me permite. Não sei amanhã, só sei que não posso “dormir”, porque agora estou mais próximo da salvação do que ontem, mas não tão perto quanto amanhã.

Aproveite o seu agora, escreva uma nova página da sua vida hoje, deixe passar o que passa, ele é seu amigo e está a seu favor.

Uma observação: Você já não é o mesmo agora, desde quando começou a ler este artigo.

Deus abençoe a sua escrita!

Banner Vocação


Daniel Machado

Daniel Machado de Assis, natural de São Bernardo do Campo-SP, é membro da Canção Nova desde 2002. Psicólogo formado pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo, também estudou filosofia pelo Instituto Canção Nova. Atualmente é coordenador do Núcleo de Psicologia Canção Nova que tem por objetivo assessorar e auxiliar a formação dos membros desta instituição.

comentários