mulheres cristãs

Empoderamento: os poderes sociais da mulher cristã

Empoderamento feminino e mulher cristã combinam?

A mulher é uma dádiva do céu criada para embelezar ainda mais a humanidade. Toda mulher recebe de Deus vários poderes para o cumprimento de sua missão na sociedade. Muito se fala sobre o empoderamento da mulher, que em inglês significa empowerement, ou seja, dar poder.

-Empoderamento:-os-poderes-sociais-da-mulher-cristã-Foto e arte: Wesley Almeida/cancaonova.com

Vou elencar quatro poderes, dos vários, que toda mulher cristã é convidada a exercer.

Poder da profissional capacitada

A mulher, com suas habilidades de fazer bem várias coisas ao mesmo tempo, é convidada a exercer a sua profissão de uma forma que o seu trabalho seja santificado. Fazer bem o que lhe é confiado, de tal forma que as pessoas a sua volta a admirem pela sua amabilidade, honestidade, docilidade, competência e humildade.

A profissional, assim como o homem também, não precisa descartar o outro para subir de posto ou conquistar o cargo tão desejado, porque, ao deitar a sua cabeça no travesseiro, ela terá a consciência em paz e serena. Conquistar uma ascensão profissional como coordenação, gerência, diretoria com dignidade e verdade sem corrupção.

Numa sociedade tão competitiva, Deus dá o poder para a mulher ser materna no mercado de trabalho. É a palavra de conselho que ela pode dar ao colega de trabalho e até ao chefe; é a ideia criativa que faz a empresa progredir; é o acolhimento caloroso e tão desejado por muitas pessoas carentes de mães. E ser materna não é questão somente biológica, existem as mães espirituais que cuidam das pessoas ao seu redor.

Poder da maternidade

Desde a sua origem, ela tem uma missão específica, que só ela é capaz de realizar: a capacidade de gerar vida em si e no outro. Deus deu à mulher o poder de ser cocriadora com Ele, gestando em seu ventre um outro ser humano.

É preciso tirar o romantismo da maternidade e encarar os sacrifícios, as renúncias e até mesmo frustrações. A mãe que se questiona se dará conta de criar aquele recém-nascido, o caos que acontece na casa, as mudanças na rotina do casal, enfim, são desafios reais que exigem da mulher garra, força e poder de Deus para cumprir sua missão.

Ao exercer o poder da maternidade, a mulher humaniza aquele ser humano que foi gestado dentro dela e que agora vive uma vida própria. Ela tem o poder de construir e formar um cidadão com valores, caráter, moral e ética para a sociedade. Nossa, que poderosa é essa mulher!

Poder do “malabarismo”

É a mulher que aprende na raça a fazer malabarismo para conseguir administrar suas diversas funções como profissional, esposa, mãe, estudante, educadora.

É um poder inerente no ser da mulher, que a motiva e dá forças para ela realizar as suas tarefas com sucessos e fracassos. Fracassos? Sim. Não existe mulher perfeita, que sempre acerta, por isso os fracassos e frustrações fazem parte da vida. Não se cobre tanto, se você tem deixado algumas funções “cair” nesse malabarismo. Nem sempre acertamos. Por isso, quando você se sentir incapaz e fraca, peça esse poder ao Espírito Santo de Deus. Ele a ajudará e fortalecerá nessa jornada, concedendo-lhe o equilíbrio entre todas as obrigações.

Leia mais:
::Características de algumas mulheres virtuosas da Bíblia
::Quais os traços de mulheres fortes da Bíblia que precisamos ter?
::As maravilhas de Deus através da vida de uma mulher
::Bondade e beleza fazem parte da mulher

Poder da superação

Em meio a tantas lutas que você enfrenta na vida, Deus lhe concede o poder da superação. É a capacidade que você tem de cumprir todos os seus afazeres: trabalhar, administrar a casa, estudar, cuidar dos filhos; mesmo sentindo-se fracassada, esgotada, ferida e, muitas vezes, com o coração “sangrando” de dor.

Você pode ter vivenciado a pior história de vida, que venceria o Oscar se fizessem um filme sobre ela, mas, mesmo assim, andar de cabeça erguida e superar cada obstáculo que a vida lhe apresentar. Isso não é um desenho animado, em que você é a “mulher maravilha”. Não! Essa é a realidade no qual o Espírito Santo de Deus lhe dá esse poder para prosseguir como vencedora na vida.

Há mais de dois mil anos, Deus voltou Seu olhar para o Oriente Médio, que tem enraizado em sua cultura a exclusão social da mulher. Numa pequena cidade chamada Nazaré, o Senhor escolheu uma jovem chamada Maria, para iniciar o longo processo de restituição da dignidade feminina. Ela é escolhida para gerar o Filho de Deus em seu ventre, sendo protagonista da história da salvação. “O Cristianismo tirou as mulheres de um estado que era semelhante à escravatura” (Madame de Stael, escritora francesa).

Ser amiga de Maria

Em Maria, você encontrará todos os poderes que uma mulher têm. Portanto, quanto mais íntima você for dessa grande mulher de Deus, que dividiu a história da humanidade num antes e depois, mais poderosa você será.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.