Dia Internacional da Mulher

As maravilhas de Deus através da vida de uma mulher

Para viver as maravilhas de Deus, precisamos permanecer Nele

“Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei a ti, e louvarei o teu nome; porque fizeste maravilhas, os teus conselhos antigos, em fidelidade e em verdade” (Isaías 25,1).

Muitas mulheres querem vivenciar as maravilhas de Deus, mas a vida cotidiana e mundana dificultam esse encontro entre o natural e o sobrenatural. É preciso que elas parem e enxerguem o que Ele fez e faz por cada uma delas.

As maravilhas de Deus através da vida de uma mulherFoto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Se uma mulher, por exemplo, acolhe uma vida e vê um ser se formar em detalhes, pode vivenciar esses carinhos ou enxergar a mão de Deus nesse dom da maternidade? A resposta precipitada seria “claro que enxerga!”, mas a vida mostra que, muitas vezes, essas e outras maravilhas passam despercebidas, porque as pessoas não buscam conhecer Deus.

Quantas vezes as mulheres estão cansadas, feridas e desencantadas com a vida! No entanto, à medida que buscam a Eucaristia, enxergam como são amadas e queridas, porque Alguém foi capaz de dar a vida por elas.

Observamos que, quando as mulheres se dedicam a conhecer a Palavra, descobrem como isso pode mudar a vida delas. Se uma palavra humana tem poder, imagina a potência da Palavra de Deus! É uma grande maravilha na vida delas, porque é Palavra de Salvação.

Assista ao documentário “A beleza da mulher”:

Leia mais:
:: Sete atitudes de mulheres da Bíblia que toda cristã deveria imitar
:: O poder da mulher que reza
:: Bondade e beleza fazem parte da mulher
:: Nove virtudes da mulher que agrada o coração de Deus

Essa Palavra é a semente, que, colocada em suas mãos, é lançadas no ambiente profissional, social e familiar, propiciando vivenciar a graça de mudar para melhor o contexto a que estão inseridas. Fazer da vida cotidiana comum um trajeto extraordinário. Quem aprende a viver na obediência dessa Palavra colhe frutos de alegria, paz e persistência diante das dificuldades e também temperança nos momentos felizes.

No dia a dia, como vivenciar as maravilhas de Deus?

Diante das grandes dificuldades diárias, as que buscam o Senhor de todo coração trabalham melhor a solidão e a impotência, porque as que têm fé e vida justa tiram coragem e esperança, enquanto outras se desesperam. Esperar no Senhor é indescritível, pois a esperança nunca é vã e a espera é vivida na paz.

Que maravilha buscar e confiar a sua vida a Deus! Muitas mulheres testemunham que obtiveram a vitória e que tiraram forças de onde não tinham, pois acreditaram nas promessas de Deus para sua vida. Orar com confiança é colocar nas mãos do Senhor o seu impossível e acreditar que Ele tem poder para realizar o melhor na vida de quem crê.

Muitas vezes, o resultado da oração não é o esperado no humano, por isso, para viver as maravilhas de Deus, precisamos permanecer n’Ele para o tempo demonstrar que o acontecido foi o melhor para a vida dessa pessoa. É também uma oportunidade para refletirmos se estamos orando no Senhor ou se estamos no humano.

Afetividade Feminina

Obediência

O Antigo Testamento nos mostra o exemplo da profetiza Débora, que, sentada debaixo de árvores, vivia sua vocação, orientando as pessoas e sendo boca de Deus para muitos. Diante da ordem de Deus para defender Seu povo, obedeceu na íntegra e obteve a vitória diante dos inimigos. Ela colheu as maravilhas da promessa do Senhor.

As maravilhas de Deus estão disponíveis para todas as mulheres, entretanto, as que as desfrutam são as que escutam e creem nas promessas do Pai, mas que também são corajosas e persistentes para cumprir os planos d’Ele na sua vida.

“Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei a ti, e louvarei o teu nome; porque fizeste maravilhas, os teus conselhos antigos, em fidelidade e em verdade” (Isaías 25,1).

 


Ângela Abdo

Ângela Abdo é coordenadora do grupo de mães que oram pelos filhos da Paróquia São Camilo de Léllis (ES) e assessora no Estudo das Diretrizes para a RCC Nacional. Atua como curadora da Fundação Nossa Senhora da Penha e conduz workshops de planejamento estratégico e gestão de pessoas para lideranças pastorais.

Abdo é graduada em Serviço Social pela UFES e pós-graduada em Administração de Recursos Humanos e em Gestão Empresarial. Possui mestrado em Ciências Contábeis pela Fucape. Atua como consultora em pequenas, médias e grandes empresas do setor privado e público como assessora de qualidade e recursos humanos e como assistente social do CST (Centro de Solidariedade ao Trabalhador). É atual presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos) do Espírito Santo e diretora, gerente e conselheira do Vitória Apart Hospital.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.