Reflexão

Luz da Fé: Para onde minha alma me leva?

Nossa alma é semente de eternidade

Neste programa “Luz da Fé”, quero refletir com você sobre os números 33 e 34 do Catecismo da Igreja Católica, que ensinam o seguinte:

33. O homem: Com sua abertura à verdade e à beleza, com seu senso do bem moral, com sua liberdade e a voz de sua consciência, com sua aspiração ao infinito e à felicidade, o homem se interroga sobre a existência de Deus. Mediante tudo isso percebe sinais de sua alma espiritual. Como “semente de eternidade que leva dentro de si, irredutível à só matéria» (10), sua alma não pode ter origem senão em Deus.

Créditos: Jorge Ribeiro / cancaonova.com

34. O mundo e o homem atestam que não têm em si mesmos nem seu princípio primeiro nem seu fim último, mas que participam do Ser em si, que é sem origem e sem fim. Assim, por estas diversas “vias”, o homem pode aceder ao conhecimento da existência de uma realidade que é a causa primeira e o fim último de tudo, “e que todos chamam Deus” (11).

Corpo humano e alma humana

Contemplando o mistério da pessoa humana, olhando para cada irmão e irmã como essa obra-prima da criação divina, compreendemos que, de fato, existe um Criador. Quem, de fato, poderia ter feito um órgão tão perfeito como é o órgão humano? Nosso coração, nosso cérebro, nossas veias, artérias, articulações, nossas células… Quanta beleza no corpo humano que nos leva a esse conhecimento de Deus!

Mas além do corpo, existe a alma que também nos leva a esse conhecimento divino. É o que o Catecismo da Igreja vai nos ensinar ao afirmar: “Com sua aspiração ao infinito e à felicidade, o homem se interroga sobre a existência de Deus. Mediante tudo isso percebe sinais de sua alma espiritual. Como ‘semente de eternidade que leva dentro de si'”.

A nossa alma é, portanto, essa semente de eternidade. Ela nos conduz à eternidade! Não somos apenas “corpo”. Também trazemos uma alma dentro de nós.

Leia mais:
.: Luz da fé: Deus é belo
.: Luz da Fé: Como buscar a Deus
.: Luz da Fé: Onde encontrar a felicidade

O lugar onde Deus se esconde

Conta-se que, certa vez, uma criança observou um homem tirando água de dentro de um poço. Como a criança era ainda pequena, ela não conseguia ver o que se encontrava dentro daquele poço. Então, a criança pergunta àquele homem: “Moço, o que tem aí dentro?”.

O moço, percebendo o interesse da criança, responde: “Ah! Aqui dentro Deus está escondido!”. “Sério? Deus está aí dentro do poço?”, perguntou surpresa a criança. “Sim! Deus está escondido aqui”, disse o homem. “Por favor, eu quero vê-lo! Me ajude a ver Deus aí dentro do poço”, pediu a criança.

O homem, então, pegou a criança e a colocou na beira do poço. Ela olhou para dentro e viu, no fundo do poço, o seu reflexo na água. Sem entender nada, a criança diz: “Peraí! Mas eu tô é me vendo dentro desse poço!”. Ao que o homem responde: “Que bom! Agora você finalmente descobriu o lugar onde Deus se esconde”.

Deus está escondido dentro de cada um de nós. Dentro de mim, dentro de você. Ele se esconde na nossa alma que é essa semente de eternidade.

Convido você a louvar e bendizer a Deus, ao longo dessa semana, porque tanto o mundo, a criação, como nós, seres humanos, temos o nosso princípio primeiro e nosso fim último em Deus. Ele é o início e o fim de tudo em nossas vidas. Louvemos o Criador pela nossa alma humana, porque ela é esse lugar de encontro com Deus. Ela é semente de eternidade.

Um forte abraço!

Alexandre Oliveira
Missionário da Comunidade Canção Nova

(10) GS 18, 1; cf. 14, 2

(11) Santo Tomás de Aquino, S. Th. I, 2, 3

Assista ao programa:


Alexandre Oliveira

Membro da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Alexandre é natural da cidade de Santos (SP). Casado, ele é pai de dois filhos. O missionário também é pregador, apresentador e produtor de conteúdo no canal ‘Formação’ do Portal Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.