Reflexão

Advento é isto: Ele veio, Ele vem, Ele virá

Advento é isto: Ele veio, Ele vem, Ele virá. Veio na encarnação; festejamos isso no Natal. Virá em Sua segunda vinda; festejamos isso no advento. E vem. E essa não é uma novidade menor do que a Sua encarnação ou a Sua volta gloriosa.

Jesus está entre nós realizando a obra do Pai. Uma vez Jesus disse aos discípulos: “Felizes os olhos que vêem o que vocês estão vendo”. E o que é que eles estavam vendo? Eles estavam sendo testemunhas da presença de Jesus e de Sua ação salvadora. Viam-No e ouviam-No. Ele, o prometido de séculos, estava ali.

Advento é isto Ele veio, Ele vem, Ele virá

Foto Ilustrativa: by Getty Images / CreativaImages

O aguardado das nações estava à sua frente, falando e agindo. Isaías tinha falado d’Ele: o rebento de Jessé, nascido do tronco decepado do povo eleito. Malaquias tinha predito a Sua ação como a do fogo do fundidor, purificando o Seu povo dos seus pecados. Zacarias, pai de João Batista, falara d’Ele como a luz do sol nascente que nos veio visitar. O rebento de Jessé, cheio do Espírito de Deus, ali estava marcando um novo começo para o povo sofredor.

Advento, tempo de renovação e espera do Senhor

O mensageiro de Malaquias, revelando a maldade do coração humano, estava ali restaurando os excluídos. A luz do sol nascente estava brilhando. “Felizes os olhos que vêem o que vocês estão vendo”. Nem todo mundo podia enxergá-Lo. Viam-No, mas não O compreendiam. Ouviam-No, mas não O entendiam nem O aceitavam.

Numa bela oração, Jesus atribuiu ao Pai esta façanha: escondeu essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelou aos pobres e pequeninos. Sim, aqueles corações humildes podiam entendê-Lo.

Os humilhados O reconheceram. Por isso, a Sua oração: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque revelastes essas coisas aos pequeninos. Sim, Pai, porque foi do teu agrado”. Os discípulos O reconheceram, porque eram gente de coração de pobre e mereciam a primeira bem-aventurança: “bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino de Deus”.

Leia mais:
.: Quais são os frutos da espera?
.: A alegria de esperar em Deus
.: Viva o Advento como um tempo de espera e esperança
.: Qual atitude o nosso Senhor Jesus espera de você?

Jesus, presente em todos os momentos

Jesus está presente em nossa vida, em nossas histórias, construindo o Reino de Deus. Ele veio. Ele virá. E Ele está agindo hoje, construindo o Reino de Deus. Foi isto que os pequeninos enxergaram: o Reino está acontecendo pela presença de Jesus; o pobre está tendo vez; o cego, o coxo, o paralítico estão recuperando a saúde; o oprimido, a liberdade; a vida está ganhando da morte e o perdão está superando o ódio.

O Reino de Deus está acontecendo. É Jesus quem o está comunicando. Ele comunica a vida de Deus. O Reino é a vida de Deus derramada lá onde impera a morte. O que precisa agora é reconhecer e acolher a Jesus presente fazendo o Reino. Mas isso é, antes de tudo, obra do Pai: é Ele quem dá a conhecer o filho. Ele veio. Ele virá. Esse já está aqui, agora, construindo o Reino: “Felizes os olhos que vêem o que vocês estão vendo”. É isso que é o Advento.

Padre João Carlos, SDB

banner espiritualidade

comentários