Morada de Deus

Como possuir uma profunda intimidade com Deus?

Só teremos uma profunda intimidade com Deus, por meio do Espírito Santo

Intimidade quer dizer aquilo que há de mais profundo no homem e em Deus. Está ligado ao “dar-se a conhecer profundamente”. O próprio ser humano precisa querer dar-se a Deus no mais profundo de si, porqque Deus conhece o nosso íntimo, mas é preciso buscar uma amizade profunda com Deus, a ponto de dizer: “Já não sou eu quem vivo, mas é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20).

Só teremos uma profunda intimidade com Deus, por meio do Espírito Santo, pois só Ele pode nos levar a uma plena comunhão de alma com Deus. “A nós, porém, Deus o revelou pelo Espírito. Pois, o Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as profundidades de Deus” (I Cor 2,10). O Espírito nos leva às profundezas de Deus, ou seja, à intimidade; é Ele quem nos revela Deus.

Foto ilustrativa: Paula Dizaró / cancaonova.com

Segundo Raniero Cantalamessa, o Espírito Santo (Ruah) “indica o que de mais íntimo e secreto há em Deus e o que há de mais íntimo e secreto no homem, seu princípio vital, sua própria alma”.

Com razão, Santo Agostinho dizia: “Deus me é mais íntimo a mim do que eu mesmo”. “Quem, pois, dentre os homens conhece o que é do homem, senão o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, o que está em Deus, ninguém o conhece senão o Espírito de Deus” (I Cor 2,11).

O Espírito nos leva à profundidade com Deus e, com o Espírito, o Senhor torna-Se nosso hóspede. Por isso, Ele é conhecido como o “Doce Hóspede da Alma”. Assim, pode até se dizer: é Deus em nós e nós em Deus, por meio do Espírito Santo.

Quando uma alma quer ser íntima de Deus, Ele se apropria dela, há uma afeição, um profundo amor. Deus é atraído a ponto da pessoa tornar-se uma oikeiosis (casa), onde Ele pode habitar. São Basílio Magno diz: “o Espírito Santo é Aquele que cria a intimidade com Deus”.

“O Espírito habita na Igreja e nos corações dos fiéis como num templo. Neles ora e dá testemunho de que são filhos adotivos” (LG,4).

Ser íntimo do Senhor

Ser íntimo do Senhor é apresentar-se ou estar diante d’Ele despojado de si mesmo; é desvelar-se, tirar as máscaras; esvaziar-se totalmente; apresentar-se como dependente unicamente d’Ele; sair da hipocrisia para a transparência. Estar totalmente “nu” diante de Deus implica, também, em não ter vontade própria; assumir a vontade de Deus e não estar cheio de si.

O viver submisso a Deus é caminho para uma profunda intimidade com Ele. Daí parte o ser dependente do Senhor. Assim, a vida torna-se plena de sentido quando nos rendemos ao Seu doce amor e à ação do Espírito. A nossa maturidade espiritual só será plena, só chegará ao ápice, quando entendermos o que significa sermos totalmente dependente de Deus.

Leia mais:
.: Como restabelecer a intimidade com Deus a partir dos sacramentos?
.: A intimidade com Deus alimenta a vida religiosa?
.: A oração é um caminho de intimidade com o Senhor

O caminho para a intimidade com Deus requer morte interior e, acima de tudo, renúncia; o sair ou transpor a atmosfera material para a transcendental; é estar totalmente no outro (em Deus). A busca da intimidade com Deus nos proporciona rasgar o véu do santuário e penetrarmos na vida de Deus, participar dela. Pois, a intimidade está ligada na esperança desta vida em Deus (cf. Hb 6,19).

A intimidade com o Senhor, com a Trindade, vai muito além de uma experiência mística, adoração, etc.; ela é parte da morada de Deus. Por isso, quem é íntimo de Deus não fica preso a nada, ao contrário, experimenta a liberdade plena. Contudo, ser íntimo é ser livre diante da pessoa, sem medo ou constrangimento.

“Dessa intimidade com o Deus fiel, lento para a cólera e cheio de amor, Moisés tirou a força e a tenacidade de sua intercessão” (CIC 2577).


Padre Reinaldo Cazumbá

Sacerdote membro da Canção Nova, estudante de psicologia, atua no Instituto Teológico Bento XVI e também exerce a função de diretor espiritual dos futuros sacerdotes da comunidade. Autor do livro: “Onde está Deus?”. Acesse: blog.cancaonova.com/padrereinaldo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.