Atividades pastorais

Como o jovem pode contribuir com a Igreja?

Uma das grandes dúvidas do jovem, quando deseja inserir-se na Igreja – melhor dizendo, nas atividades paroquiais –, é como ele pode contribuir, ajudar a desenvolver as atividades pastorais. Diante dessa dúvida, muitos deixam de procurar as lideranças da Igreja para se colocarem à disposição dos serviços próprios da paróquia. Contudo, podemos entender um pouco o coração do jovem, seu anseio e quais os passos que cada um deles pode dar para contribuir na construção do Reino de Deus.

O Papa emérito Bento XVI, em preparação da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, escreveu aos jovens fazendo, antes de tudo, uma introdução importantíssima: “A história mostra-nos muitos jovens que, através do dom generoso de si mesmos, contribuíram grandemente para o Reino de Deus e para o desenvolvimento deste mundo, anunciando o Evangelho. Com grande entusiasmo, levaram a Boa Nova do Amor de Deus manifestado em Cristo, com meios e possibilidades muito inferiores àqueles de que dispomos hoje em dia”.

Como-o-jovem-pode-contribuir-com-a-Igreja

Foto Ilustrativa: pastorscott by Getty Images

Ouvidos atentos às palavras da Igreja

O jovem traz em si a força própria da idade, do entusiasmo, do desejo de conquista, do destemor, e com isso, como disse o Papa, eles são generosos e anunciam a Boa Nova com coragem. Todo jovem deve estar atento à ordem expressa de Cristo, que serve tanto de mandato a eles como a todos os cristãos: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo” (Mc 16,15-16). O jovem precisa saber que ele também tem a missão de anunciar o Evangelho para que aqueles que ainda não conhecem a Deus possam tomar conhecimento d’Ele e serem salvos.

Continua a falar o Papa Bento, mas agora em um discurso no Pacaembu: “Vós, jovens, não sois apenas o futuro da Igreja e da humanidade, como uma espécie de fuga do presente. Pelo contrário: vós sois o presente jovem da Igreja e da humanidade. Sois seu rosto jovem. A Igreja precisa de vós, como jovens, para manifestar ao mundo o rosto de Jesus Cristo, que se desenha na comunidade cristã. Sem o rosto jovem, a Igreja se apresentaria desfigurada”. O jovem tem a missão de manifestar à Igreja o rosto jovem de Cristo, do Cristo alegre, cheio de ardor por evangelizar.

O jovem e a vida na Igreja

O jovem é a força da Igreja. A união da juventude e suas características com a idade adulta e sua maturidade e experiência formam um par perfeito para atingir o ápice da evangelização. Tudo isso imbuído da graça de Deus, com o auxílio do Espírito Santo, eles podem levar o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo a todos os cantos do mundo.

Nenhum padre conseguirá realizar a missão de pároco sem uma parcela de contribuição da juventude, pois eles, além de evangelizar outros jovens, realizam trabalhos próprios deles, e ainda podem ter uma maior disponibilidade de tempo para investir na evangelização. Jovem evangelizando jovem, eis o sonho de todo pároco, uma evangelização com a linguagem jovem e de um jeito jovem. Esse é também o papel do jovem na Igreja.

Leia mais:
.: Qual é a identidade do jovem católico hoje?
.: A postura do jovem católico na universidade
.: Jovem, escolha o seu caminho
.: Jovem: como ser a diferença na sociedade com valores cristãos? 

Além disso, o jovem é chamado a ser testemunha de Cristo Ressuscitado. Testemunhar vem da palavra grega “martyría”, que dá origem à palavra mártir. Sim, os jovens são chamados a ser verdadeiros mártires, principalmente nos tempos atuais, em que cada vez mais ideologias, concepções e planos para desestruturar a juventude são apresentados pelos mais diversos setores, essencialmente divulgados com o uso da internet. Jovem, vocês precisam dar testemunho de sua .

O jovem precisa encontrar o seu espaço

A Igreja atua em todas as áreas da sociedade, com isso existe lugar para todos. Desde aquele que canta, toca, dança, mas também para aquele que pode fazer uma leitura, um atendimento de oração, uma visita àquelas pessoas que estão impossibilitadas de ir à Igreja, também na distribuição de donativos, na limpeza, na animação de encontros ou simplesmente na contribuição com a sua presença.

Queridos jovens, a melhor contribuição que vocês podem fazer é ter um coração disponível para servir. O simples fato de você procurar o padre da sua paróquia e colocar-se à disposição de ajudá-lo, já o deixará feliz. E, com certeza, ele lhe apresentará as possibilidades e necessidades que a sua paróquia traz, para que você possa identificar o lugar adequado para exercer sua atividade evangelizadora.

Não espere que tenha o lugar ou a atividade perfeita, mas tenha certeza que em todas as atividades possíveis terão corações sedentos da Palavra de Deus e do testemunho de pessoas como você que, no auge da sua vida, disponibilizam tempo para servir a Deus na pessoa dos irmãos.

banner_espiritualidade


Fábio Nunes

Francisco Fábio Nunes
Natural de Fortaleza (CE), é missionário da Comunidade Canção Nova e candidato às Ordens Sacras. Licenciado em Filosofia pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), Fábio Nunes é também Bacharelando em Teologia pela Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP) . Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, no Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários.

comentários