Santo Estêvão

Apenas celebramos o Nascimento do Senhor e a Liturgia já nos propõe a Festa de Santo Estêvão, o primeiro que deu sua vida por esse Menino que acaba de nascer. A Igreja deseja recordar que a Cruz está sempre muito perto de Jesus e dos seus. Na luta pela santidade o cristão encontra-se com situações difíceis e acometidas dos inimigos do mundo: ‘Se o mundo vos odeia, lembrai-vos que me odiou antes’ (Jo 15, 18-20).

O sangue de Estêvão (At 7, 54-60), derramado por Cristo, foi o primeiro e ainda não tem cessado em nossos dias. Quando Paulo chegou em Roma, os Cristãos já eram conhecidos pelo sinal inconfundível da Cruz e da contradição. Nada nos deve estranhar se alguma vez em nosso caminho rumo à santidade, tivermos de sofrer alguma tribulação, por sermos fiéis em nosso caminho, num mundo com perfis pagãos. O Senhor sempre nos ajudará com Sua graça: ‘No mundo tereis aflições. Vós tereis de sofrer no mundo. Mas tende coragem! Eu venci o mundo’ (Jo 16, 33).

%0

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.