Quando o meu 'pedacinho de céu' não é o que tenho

O que fazer quando o meu pedacinho de céu não é o céu tenho?
Nesses dias eu fui visitar um casal na zona rural de Campos do Jordão, o local aparentemente era sombrio, escuro e fechado, pois estava meio abandonado e precisava de uma reforma urgente e de uma limpeza, carpinagem, limpeza…
Logo na entrada eu vi o nome do local “pedacinho do Céu”, fiquei atenta e fui conhecendo o lugar que me era apresentado O casal, proprietário, foi falando da reforma prevista e sobre o que pretendia fazer. Pude perceber que as crianças que ali morava via de fato, o pedacinho do céu, já reformado.

Ao voltar para casa eu fui vendo que o meu pedacinho do céu não é céu que eu quero hoje, mas não posso desistir dele. É preciso ter coragem e transformá-lo naquilo eu quero.
Hoje eu preciso olhar para ele como aquelas crianças, livres e felizes, pois para elas o pedacinho do céu já estava pronto. Enquanto eu olho ao meu redor e não vejo nada pronto, nada caminhando, é preciso fazer como aquele homem, que visitamos: “…vou limpar aqui, vou abrir uma clareira no meio das arvores para que o sol chegue e aqueça o lugar e o deixe mais iluminado, vou pintar a casa, vou…etc”

O pedacinho do céu existe, mas precisa, hoje, ser olhando de uma forma diferente e com a coragem de fazer as “reformas” que depende de mim para transformá-lo em um lindo céu.
O segredo é não parar na aparência é ver além, para que o meu pedacinho do céu se transforme no céu que eu quero hoje.

Deus abençoe e bom trabalho, espera que os eu pedacinho do céu fique como o meu, que ainda esta ganhando forma, mas já existe.
E quem sabe um dia a gente se encontre para partilhar sobre isto.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.