O Destino existe?

O destino não existe. Se existisse de nada valeriam os planos de segurança industrial, a medicina e tudo o mais que visa o bem do homem na terra.

Se o destino de cada um já estivesse irremediavelmente traçado, de nada valeria o nosso esforço pessoal e a luta de cada um para ser melhor. Seria a maior injustiça e incoerência no plano de Deus.

Mas o destino não existe. Deus deu a liberdade a cada ser humano para que cada um construa o seu destino, e não, fique sujeito a um cego destino já traçado de antemão.

A liberdade é o dom mais precioso que Deus nos deu, e que nos faz à sua imagem e semelhança. Sem ela não seríamos semelhantes a Deus. Agora, Deus é onisciente, sabe tudo, até o futuro de cada ser vivo. Mas isto não implica que Deus determine o futuro de cada pessoa. Ele sabe qual será este futuro, mas é no presente de cada um que se traça o futuro. O fato de Deus já saber o que eu vou fazer, porque é Deus, não restringe a minha liberdade nem um pouco.

Jesus morreu na Cruz para que fossemos livres de todo mal, especialmente do pecado e do demônio.


Felipe Aquino

Professor Felipe Aquino é viuvo, pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova. Página do professor: www.cleofas.com.br Twitter: @pfelipeaquino

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.