O Brasil precisa de Santos

A santidade se prova na vida do dia-a-dia, no trabalho em favor dos irmãos, como fruto da união com Deus.

Depois de dizer essas palavras, o Santo Padre, olhando para o nosso sofrido país, chegou à conclusão que o remédio que precisamos para todos os nossos males, é a “santidade” de cada brasileiro. Com essas palavras ele diagnosticou certeiramente a razão mais profunda das nossas mazelas: o pecado!

Foi como se nos dissesse: a causa profunda da perversa concentração de renda nas mãos de poucos e da miséria de tantos, é o pecado da ganância e do egoísmo; a causa triste de tanta violência, crimes, seqüestros e barbaridades, é o pecado da ruptura com Deus e com os irmãos; a causa cruel de tanta criança abandonada, de tanta corrupção, de tanto tráfico de influência, é o pecado que reside nos vossos corações, em forma de inveja, luxúria, ódio, gula, comodismo, soberba, etc .

Voando pelos ares do nosso país, pôde, sem dúvida, concluir que o “mau cheiro” brotava do coração dos homens.

”Mais uma vez vos digo: O Brasil precisa de Santos, muitos Santos !”

Vejo nessas palavras do Sumo Pontífice, qual bendito mensageiro do Senhor em nossa terra, uma advertência muito séria de que somente com uma profunda mudança nos corações dos homens e das mulheres de nosso país, poderemos encontrar o caminho do desenvolvimento e da paz. A lição é clara: a razão profunda dos problemas está no coração doente do homem, muito mais do que nas estruturas. É urgente que Deus venha aos nossos corações para que possa vir a toda a nação sofredora. O salmista já nos ensinava que:

”Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”.


Felipe Aquino

Professor Felipe Aquino é viuvo, pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova. Página do professor: www.cleofas.com.br Twitter: @pfelipeaquino

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.