O amor de Deus pelo homem...

Nesses anos de caminhada na vida cristã, onde deixei despertar em mim a grande riqueza do meu batismo, fui procurando sentir cada vez mais a presença delicada e transformadora de Deus em minha vida e na vida de todos os que o procuram com o coração sincero.

O Deus da Bíblia, como gosto de citar, tem riquezas insondáveis de amor e misericórdia. Ele caminha junto do homem, que Ele mesmo criou e tudo faz para torná-lo feliz.

O Pai, que está no céu, assume nossa realidade, passa pela nossa experiência, envia o seu Filho para comunicar-se conosco, Ele entra em nossa vida por meio de uma mensagem arrebatadora, que nos enche de alegria e que restabelece a ordem da nossa existência.

Deus é aquele a quem Cristo reza… Aqui o homem se apresenta em estado de total passividade, de espera, de escuta, de reverência e de respeito.

É a atitude que enche os nossos corações e nos convida e nos convoca para um encontro de amorização com a presença real de Cristo na Eucaristia, Ele que nos fala do Pai.

Deus vem e toma a iniciativa toda cheia de mistério, do qual é preciso que nós nos abandonemos… Podemos contemplar toda a vida de Jesus, adorando nele o mistério de Deus entre nós. Jesus é “o Deus entre nós”, Ele nos manifesta a fisionomia do Pai, a face de Deus.

Assim convido você, meu querido irmão e minha querida irmã, a abandonar-se em Deus, particularmente nesse mundo marcado pela incredulidade e pela falta de fé. É Deus quem nos convoca a esse encontro, Ele continua a se encontrar com cada um de nós no seu infinito amor.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.