Missa dominical

Conversava com o Pe. Jonas Abib a respeito da carta do Papa sobre o Novo Milênio, no ponto em que fala do valor da eucaristia dominical e quero transformar a conversa que tive com ele numa pergunta: ‘O que você faz no seu domingo? Para que serve o seu domingo?’

É necessário descobrirmos que a missa de domingo é como a identidade de cristão. O fato de eu sair da minha casa e participar da missa no domingo não é obrigação. É um direito, um privilégio, porque eu posso, com a comunidade paroquial, tornar presente a ressurreição de Jesus. Já pensou se espalharmos para todos o valor da missa do domingo? Imagine os frutos que serão colhidos graças à missa dominical…

É recomendação de João Paulo II. Ele diz: é necessário buscar concretamente a Palavra de Deus, rezar com a Bíblia. É por isso que fazemos esse treinamento na quaresma com o retiro popular. É preciso fazer da Igreja escola de oração, onde aprendemos a rezar! É um caminho que vamos percorrer.

O pecado não pode ser a última palavra de minha vida, mas sim a graça! E eu preciso buscar a graça. Recorrer ao sacramento da penitência é alegria! É momento de graça! E aproxima-nos desses frutos. Nos distanciamos dos frutos quando queremos caminhar sozinhos. Temos tantas possibilidades de fazer comunhão com Jesus, o Papa insistiu nessa carta para vivermos uma espiritualidade de caridade, porque ninguém pode viver isolado.

Por que você é diferente? Por que esse sorriso? Não é coisa só sua, é sinal de que Deus está fazendo algo em sua vida. É sinal de que você faz um exercício, um treinamento da alma que pode ser visto em seus olhos por todos!

Na última ceia, na noite em que foi entregue, nosso Salvador instituiu o Sacrifício Eucarístico de seu Corpo e Sangue. Por ele, perpetua pelos séculos, até que volte, o sacrifício da cruz. A Eucaristia é fonte e ápice de toda a vida cristã. A Santíssima Eucaristia contém todo o bem espiritual da Igreja, como, o próprio Cristo, nossa Páscoa. Finalmente, pela Celebração Eucarística já nos unimos à liturgia do céu e antecipamos a vida eterna, quando Deus será tudo em todos.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.