Jesus ensina sobre a luta espiritual

Luta Espiritual : 1760 – Minha filha, quero instruir-te sobre a luta espiritual. Nunca confies em ti, mas entrega-te inteiramente, à Minha vontade. No abandono, nas trevas e diversas dúvidas, recorre a Mim e ao teu diretor. Ele te responderá sempre em Meu nome. Não principies disputa com nenhuma tentação. Encerra-te logo no Meu Coração e na primeira oportunidade abre-te diante do confessor. Coloca o amor-próprio em último lugar, para que não macules as tuas ações. Com grande paciência suporta-te a ti mesma. Não descuides das mortificações interiores. Justifica sempre em ti o ponto de vista das Superioras e do confessor. Foge dos que murmuram, como da peste. Deixa que todos procedam como lhes aprouver; tu, procede como estou exigindo de ti.

Observa a regra o mais fielmente possível. Tendo experimentado dissabores, pensa o que poderias fazer de bom para a pessoa que te fez sofrer. Evita a dissipação. Cala-te quando te repreendem. Não peças a opinião de todos, mas do teu diretor: diante dele sê sincera e simples como uma criança. Não desanimes com a ingratidão. Não investigues curiosamente os caminhos pelos quais te conduzo. Quando o enfado e o desânimo baterem à porta do teu coração, foge de ti mesma e esconde-te no Meu coração. Não tenha medo da luta. A própria coragem muitas vezes afasta as tentações, que não ousam então nos acometer.

Luta sempre com a profunda convicção de que Eu estou contigo. Não te guies pelo sentimento, porque ele nem sempre está em teu poder, mas todo o mérito está contido na vontade. Nas mínimas coisas, sê sempre dependente das Superioras. Não te iludo com a perspectiva de paz e de consolos, mas prepara-te antes para grandes lutas. Fica sabendo que estás atualmente em cena e que a Terra e o Céu todo olham para ti. Luta como um cavaleiro, para que Eu possa te recompensar. Não temas demasiadamente, porque não estás sozinha.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.