Feliz Natal!

Há dois mil anos nascia em Belém, numa pequena gruta, aquele que viria revolucionar toda a lei antiga.

Reconhecendo a necessidade da justiça, Ele trouxe também a Paz, Compreensão, Perdão, Amor.

Viveu ensinando bondade, simplicidade, humildade, sinceridade, doação, entrega.

Morreu para nos trazer o perdão.

Morreu e ressuscitou para poder continuar sempre conosco.

É esse nascimento que comemoramos no mês de Dezembro.

O nascimento do Verbo que se fez carne. Do Deus que, por amar tanto os homens, torna-se um deles, despoja-se de Sua divindade para viver integralmente Sua humanidade.

Sendo Deus, vive como homem para melhor compreendê-lo, para melhor mostrar-lhe Seu amor, para ensiná-lo a amar, para salvá-lo.

Será que pensamos no verdadeiro sentido do Natal, quando preparamos nosso próprio presépio, nossa árvore, nossos enfeites, nossos presentes, nossas ceias?

Será que nos lembramos que o Menino Deus nasceu sem pompas e sem festas?… Nasceu numa humilde estrebaria?…

Será que lembramos que, enquanto nos reunimos entre enfeites, uísque, champanha, que existe muita gente que não tem nada para comer?…

Será que nesse dia lembramos daqueles que estão sofrendo?… Dos doentes, dos sem famílias, dos pobres, dos presos, dos angustiados?

E Jesus pensou em todos eles. Amou a todos eles.

Então, para termos um Natal feliz, vamos reunir nossa família. Isso é importante aos olhos de Deus.

Mas vamos mostrar a ela o verdadeiro sentido do Natal, o carinho que temos por aquele Pequenino que, sendo Deus, se fez criança por amor a todos nós.

É, vamos procurar tornar mais alguém feliz. Alguém que não pertença à nosa família, alguém que não tenha condições de se reunir festivamente.

Vamos levar um pouco de calor humano a alguém talvez desconhecido, mas que também é nosso irmão e tem direito à felicidade.

Vamos comemorar nosso Natal, pensando em toda a humanidade, rezando por ela, dando um pouco de conforto a um necessitado, uma palavra amiga a um sofredor, um sorriso a um decepcionado.

Vamos comemorar nosso Natal, vivendo o amor.

E assim estaremos festejando com dignidade o nascimento do Menino Jesus e permitindo que Ele renasça em nosso coração, a fim de que possamos nos renovar, crescer, caminhar para a Suprema Felicidade de um dia vê-lo face a face.

Feliz Natal!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.