"Fazer a vontade de Deus e nada mais..."

“Quando uma alma aprende a cumprir a vontade Divina, torna-se senhora do coração do próprio Deus, porque o Senhor não sabe dizer “NÃO”, àqueles que lhe dizem “SIM”” (Jacinta Marto).

O maior desejo do coração de Deus, é que realizemos a vontade Dele em nossa vida.

A Jacinta, mesmo sendo tão pequena, logo compreendeu a vontade de Deus a seu respeito, tornando-se assim uma “parceira de Deus”. Quando compreendemos o chamado de Deus em nossa vida e correspondemos, automaticamente tornamo-nos “parceiros de Deus”.

Mas como assim: “Parceiros de Deus”? Eu explico: quando contribuímos com o plano de amor que Deus tem para cada um de nós, tornamo-nos Seus parceiros. É claro que toda parceira tem suas exigências próprias e requer da nossa parte, esforço, amor e fé. Para realizarmos a vontade de Deus, precisamos abrir mão da nossa própria vontade – e isso implica em renunciar a cada dia o meu quer – abrir mão dos nossos sentimentos, desejos, sonhos, planos, projetos… O lindo de tudo isso é que a nossa felicidade não consiste na realização dos nossos sonhos e sim, na realização do plano de Deus a nosso respeito. Para isso, precisamos nos dispor interiormente, e sermos dóceis ao Espírito Santo.

Tem uma santa que encontrava o seu prazer em fazer a vontade de Deus, a ponto de exclamar: “O meu nome é vontade de Deus. A minha vida é a vontade de Deus” (Santa Terezinha).

Muitas vezes, fazemos muitas coisas, até achando que estamos fazendo a vontade de Deus, mas acabamos realizando a nossa própria vontade. Partilho um pouco com você, como descobri a vontade de Deus na minha vida, até entrar na Comunidade Canção Nova:

No meu coração, eu sempre tive a certeza que Deus me chamava a ser uma consagrada, mas eu não sabia em qual lugar. Fiz alguns encontros vocacionais que minha paróquia promovia para ajudar os jovens a discernirem o chamado de Deus; cheguei a fazer caminho para um convento, pois pensava que eu só podia ser consagrada sendo freira. Ainda não sentia que era o lugar que Deus tinha para mim.

Neste tempo de busca, o Senhor deu-me a graça de conhecer várias comunidades e, dentre elas, a Canção Nova. Posso dizer que foi “amor à primeira vista”; foi um tempo em que busquei ouvir a Deus, pois trazia em meu coração o desejo de acertar na vontade d Ele. Depois de um ano de caminho, entrei para a Comunidade Canção Nova no dia 22 de janeiro de 1999. Foi um dia muito feliz para mim, pois sabia que estava realizando a vontade de Deus em minha vida.

Hoje, estou no meu sexto ano de comunidade e, neste período descobri o celibato; foi outro passo que Deus me levou a dar, foi também um tempo de muita oração e escuta. No dia 17 de outubro de 2002, me consagrei eternamente a Jesus, fazendo da minha vida uma entrega total à vontade de Deus. E, hoje, o meu maior desejo é nunca deixar de realizar a vontade d Ele.

Você pode rezar comigo agora esta oração:

“Senhor, quero entrar nesta correnteza e fazer a Tua vontade. Quero ser impulsionado pelas correntezas do Espírito Santo e ser dócil aos Teus desígnios. Fazer da minha vontade, a vontade de Deus. Quero que fique gravado no meu coração: “O meu nome é vontade de Deus.” Eis a minha nova identidade!” (livro: “Vocação: um desafio de amor”).

Termino convidado você a escutar, esperar, se dedicar, buscar só fazer a vontade de Deus.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.