Eu tinha medo de andar de avião

Eu voltava para casa com a alegria de ter cumprido mais uma missão e ter experimentado a ação de Deus na vida de muitas pessoas.

Depois de 30 minutos na fila de aviões que aguardavam autorização da torre de controle, finalmente nossa aeronave ganhou velocidade e iniciou a decolagem. Como de costume, fiz o sinal da cruz, fechei os olhos e comecei a orar, quando ouvi esta ordem em meu interior: “Abra os olhos e contemple tudo!”. Imediatamente, os abri e comecei a contemplar a imensidão da cidade de New York. Naquele momento, senti que Jesus queria que eu vencesse o medo de viajar de avião e ainda fizesse mais uma linda experiência: a de olhar além da visão natural das coisas.

Enquanto o avião subia, os prédios da metrópole começaram a ficar pequenos e eu refletia: “Não somos nada diante da grandeza de Deus!” Ao penetrar nas nuvens, o avião começou a sacudir por causa da turbulência, mas vencendo o medo, mantive os olhos abertos e fui sentindo como se Jesus estivesse segurando aquele avião. Que maravilhosa é a ação de Deus em nós! Eu estava vendo além do que os meus olhos viam.

Quando o avião saía do chão, normalmente, não olhava para fora, mas procurava rezar, ler algum livro ou a Bíblia. Aliás, estou nos Estados Unidos há 10 meses e já fiz mais de 10 viagens missionárias pelo país e em quase todas elas ocorreram turbulências. Mas, desta vez foi diferente. Eu contemplava as nuvens abaixo e o infinito do céu; acima, o encontro dos dois, a mistura do branco e do azul, tudo me trazia uma paz indescritível. O louvor brotava do meu coração e a aflição foi sendo substituída pela tranqüilidade. Eu olhava para fora e admirava os desenhos que as nuvens expressavam. Via o céu que estava azul e às vezes passavam algumas nuvens cinzentas. Vi até dois aviões passarem em sentido contrário, coisa que nunca tinha visto, porque quase não olhava para fora, por causa do medo.

Senti-me, desta forma, segura em Jesus, para fazer a viagem mais difícil que é a de percorrer o caminho entre a mente e o coração. A nossa mente tem medo do desconhecido, mas o coração, que está em Deus, lança fora este sentimento, conforme diz São João: “No amor não há temor. Antes o perfeito amor lança fora o medo” (IJoão 4,18). Somente com o coração podemos ver além dos nossos olhos naturais. Jesus conhecia perfeitamente a lei natural do mundo, e sabia que o Pai estava além e acima de toda lei natural. Ele tem poder sobre tudo o que existe na Terra e nos Céus. Quando chamou Pedro para andar sobre as águas, estava pedindo para que ele visse além, ultrapassasse a lei natural. Só com o coração vemos o sobrenatural.

Cheguei ao Aeroporto de Dallas, com a certeza de que quando enxergamos com o coração, as dificuldades passam mais rápido e o medo desaparece.

Depois dessa viagem, já fiz outras viagens de avião e pude perceber que o medo sumiu. Agora vou contemplando a beleza do céu e da cidade, vista de cima, quando o avião está subindo ou descendo. Louvado seja Deus!

Deus o abençoe.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.