Estou Contigo!

Deus é bom. Como posso ainda reclamar?

Deus nos consola em tudo o que vivemos, para que possamos consolar os que se encontram aflitos.

Deus não espera estarmos prontos para usar de nós como instrumentos para levarmos a sua palavra. O que nos ensina é a prática, mas nisso tudo contém a graça sobrenatural que é dada por Deus.

Nos deparamos em diversas situações com a palavra do livro de Jeremias 1, 4-9: “Veio a mim a palavra do Senhor: “Antes de formar-te no seio de tua mãe, eu já contava contigo.

Antes de saíres do ventre, eu te consagrei e fiz de ti profeta para as nações”. Eu respondi: “Ah, Senhor Deus, não sei falar, sou uma criança”. O Senhor respondeu-me: “Não me digas: sou uma criança, pois a todos quantos eu te enviar, irás e tudo o que eu te mandar dizer, dirás.

Não tenhas medo deles, pois estou contigo para defender-te – oráculo do Senhor.”
O Senhor estendeu a mão, tocou-me a boca e disse: “Estou pondo minhas palavras na tua boca.””

Sofremos muito para anunciar a Boa Nova, mas à medida em que sofremos crescem em nós a consolação de Deus. E quando parece que estamos sozinhos, Deus nos segura pela mão, toma-nos em seus braços e cuida de nós.

Deus visita-nos de várias maneiras durante o dia. Uma delas é o sofrimento que suportamos devido aos nossos trabalhos. Se passamos por aflições, é para o nosso crescimento, santificação e salvação.

Assim diz São Vicente de Paulo: ”Pertencemos a Deus e não a nós; se Ele aumenta o nosso trabalho, aumentará também as nossas forças.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.