Arrependimento e Não culpa ...

Outro dia recebi um e-mail de uma pessoa que partilhava a sua vida depois de ter lido uma matéria na internet. Fiquei pensando o quanto é desafiador para nós receber o perdão de Deus, trava-se uma luta interior e espiritual quando reconhecemos o nosso pecado e queremos voltar para o Pai. Como é difícil para nós acreditarmos que Deus não pára nas nossas misérias.

Sim, é uma luta espiritual, pois o inimigo de Deus e dos homens é o grande interessado para que não reconheçamos o amor de Deus e permaneçamos no pecado, pois a culpa nos trava, não é mesmo? Quantos de nós não saímos do pecado por nos sentirmos culpados, e ficamos nos condenando, achando que não há mais jeito para nós.

Ao contrário disso, peça a Graça da contrição perfeita, pois nos culpamos quando deixamos sufocar pelo sofrimento de ter cometido um pecado. Mas o arrependimento não é isso, o arrependimento é saber que o amor de Deus supera o pecado e ainda que soframos por ter pecado contra Ele, existe a alegria de poder começar tudo de novo, enquanto a culpa nos paralisa.

Ao invés de se culpar, se responsabilize pelo mal cometido, se abra ao perdão de Deus. Reconhecer a sua miséria não é se prostrar diante dela mais sim, perceber que sua humanidade é passiva de erros e que na medida que você vai se entregando ao amor de Deus e acreditando na misericórdia Dele, o pecado vai perdendo a força em você.

É importante estar atento a esses sentimentos que nos impedem de crer no amor de Deus, o inimigo é bastante sutil. Na nossa infância aprendemos que atos bons são recompensados e que atos maus são punidos. E é certo que transferimos isso para a paternidade de Deus. Quem alguma vez não teria pensado, “Deus não pode me amar, pois já errei tanto”, ou ainda, “não consigo conquistar a salvação, pois ainda faço muitas coisas erradas?”

Mas Deus ama até o mais pecador. A única coisa que ele quer é que reconheçamos as nossas fraquezas para que Ele possa nos curar, mas você precisa assumir com responsabilidade e não com culpa. Se você pecou diga, “Senhor eu pequei contra o céu e contra Ti, mas venho aqui na sua presença, pois sei que me ama e me arrependo de todos os meus pecados”.

O mais lindo é que Deus não depende de nada para te amar, Ele ama somente, mas quando nos abrimos através do arrependimento, esse amor se torna ativo em nós. Não pense que se pode comprar a salvação, ela nos foi dada por graça, a nossa docilidade à vontade de Deus é uma resposta generosa a essa graça.

Veja, não imponha sobre si um peso de que você tem que ser bom em troca do amor de Deus. A verdade é que o amor de Deus independe da sua conduta. Por outro lado, não é justo que sejamos bons em gratidão por Ele ser tão bom e maravilho para nós? Por iniciativa própria Deus apaga as nossas culpas, por amor não lembra mais desses pecados, uma vez que nos arrependemos e confessamos.

“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro”. (Isaías 43,25)

Deus te perdoa de tudo, nada importa. Se arrependa somente e volte para o coração de Deus. Ele esta aí bem perto, e se você inclinar a cabeça só um pouquinho, talvez até não precise muito, basta um movimento pequeno e logo vai perceber que ela estará descansando sobre o peito divino do Pai, do Nosso Pai celeste!

Agora, se perceber que precisa caminhar um pouco mais como aquele filho pródigo da parábola, que se afastou tanto do Pai e depois precisou fazer uma boa caminhada para voltar, faça isso sem medo!

ELE TE AMA!

Com orações,

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.