Apesar de tudo, eu permaneço

“Aquele que permanecer em mim, como eu nele, esse dá muito fruto.” (Jo 15, 5)

A palavra “permanecer” me soa mais que ficar, que instalar, que estar…

“Apesar de tudo, eu permaneço…”. Assim também é necessário permanecer em Cristo, na intimidade com Ele. É fincar a confiança Nele…

O que eu necessito, peço, oro, consagro… Tudo depende de minha permanência em Jesus. Não é troca. É condição!

Para Jesus agir, para a “seiva” passar da árvore para o galho, eles precisam estar unidos, juntos, o galho permanecendo no tronco. É assim que a vida, a força, o sustento passará para toda a árvore, passando para seus galhos, chegando às folhas, dando flores e frutos.

Para receber e para dar é preciso permanecer em Jesus.

“Apesar de tudo, eu permaneço…”. Como??
Pela oração diária, pela consagração de nosso dia de nosso trabalho, de nossa vida ao Senhor. No ordinário do dia, da casa, na rotina, na faculdade, eu estou no Senhor, decidindo e fazendo à partir do que Ele me conduziu e inspirou. A oração do terço, a eucaristia recebida e vivida, os sacramentos que me são dados pela Igreja, na decisão de amar e perdoar…

O Espírito Santo é a “seiva”, a vida que passar e transborda em nós.

Pedir o Espírito Santo todos os dias: este é o segredo para permanecer no Senhor, apesar de tudo.

Um abraço!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.