Amor em gestos

Em uma cidade onde morava, existia um grupo de oração que funcionava na capela de uma Santa Casa, e de vez em quando eu ia visitá-lo para estar orando, tocando violão. O que me encantava naquele grupo era a disposição da coordenadora, que já era uma senhora de idade avançada.

Ela ia de quarto em quarto, convidando os doentes que tinham possibilidade de se movimentar, e com muito carinho, ia encaminhando um a um até a capela. Os doentes iam rezar com aquele suporte com soro, de roupa de cama. Tudo era muito simples.

O meu coração ficava muito alegre por estar com aquelas pessoas que estavam verdadeiramente se doando, apresentando aos pobres sofredores: Jesus. ‘Ele tomou sobre si as nossa enfermidades. O pecado que pesava sobre nós recaiu sobre Ele‘.

É preciso ter muito amor e coragem, e tomar decisões, para revelar aos sofredores de hoje, que Jesus é o Senhor.

Este grupo de oração poderia existir em cada hospital, santa casa, onde exista uma capela, e onde Deus pode ter colocado, uma pessoa que encarnou em sua vida o amor de Deus e deseja expressá-lo.

É tempo de romper as barreiras para derramar o amor de Deus nos corações, principalmente, aqueles que estão sofrendo, e levá-los a recuperarem a esperança.
Jesus vive. Anunciemos o Seu Nome com a nossa vida. Isto também é vocação.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.