Agir no amor, crescer e fazer crescer

“Não há ninguém que seja tão pecador assim, que não mereça o amor de Deus e do próximo – que não mereça confiança…”

A positividade nesses casos é algo importantíssimo, existem pessoas à nossa volta que são profundamente influenciadas por aquilo que pensamos a respeito delas. Pensamentos, palavras negativas não ajudam em nada – apenas paralisam quem o recebe.
Então seja positivo, ame sinceramente! Não há ninguém tão ruim assim que não possa ter algo de bom para oferecer. Vá a fundo nas qualidades e faça com isso brotar em você admiração.

É claro que esses sentimentos precisam ser manifestados. Você precisa dizer o que vê de bom no outro, manifestar a sua admiração, e o mais importante, pontualizar, dizer quais são, como se manifestam, o que causam em você…

O outro precisa saber que te ajuda em algo, que de fato te faz crescer. Não basta sentir e resolver um problema que estava dentro de você e pronto!
Agora é hora de sair de si e ir em direção ao outro, ajudá-lo a perceber o que você ver e que talvez ele não consiga enxergar.

Então exprima a admiração que sente, fale sobre ela. Isso é importante, pois silêncio soará como reprovação, que fatalmente resulta naqueles pensamentos: “É. Eu não presto pra nada mesmo…”; “Não sei fazer nada…”; “Não tenho nada para oferecer a alguém…”, etc.

Estar disposto a ajudar alguém nesse sentido, não é se colocar como superior, ou ficar pensando: “Eu vou ajudar tal pessoa…” Mas é ser igual a ela, ser amigo, e perceber que em tantas coisas ela é melhor que você. E isso é real, uma vez que somos diferentes uns dos outros.

Então, nada de agir como o “sabe tudo”, o maduro, aquele que veio para trazer a salvação… Só Jesus salva, e você só estará preparando o caminho para que essa graça aconteça em profusão. E lembre-se sempre que você estará sendo apenas um instrumento nas mãos d’Aquele que tudo faz e nada mais.

Se colocar como superior o esmagará, se colocar como igual o fará crescer.

A confiança é uma porta segura para o crescimento do outro. Confiar sempre, sem medo, independente. Confie! Confie que ele pode vencer, que ele é capaz de realizar as coisas, que ele pode dar mais e ser melhor.

Muitas vezes percebemos a necessidade de exortar, de falar a respeito de algo. Fale! Isso é bem construtivo, porém o prepare. Fale das coisas boas que tem notado, das coisas que tem visto ele conquistar, mesmo que sejam pequenas… Fale! Isso é importante. Mostre-se sinceramente aberto a ouvir também coisas sobre você deixe-o agir sobre você.
Agir sobre o outro é antes de tudo ouvir o que ele tem a dizer para você.

E diante de um pecado do outro, que para você pode ser inaceitável, lembre-se que Jesus o ama assim e o perdoa, que os seus pecados podem ser tão numerosos quanto os dele, e repita “Onde abunda o pecado superabunda a GRAÇA…”

“Não há ninguém tão pecador assim que não mereça o amor de Deus e do próximo – que não mereça confiança…”

Que Deus abençoe a todos no amor maternal de Maria.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.