A "santinha das rosas"

…descobri que tenho uma amiga no Céu e pedi a Santa Teresinha que seja a madrinha da minha vocação

Teresa do Menino Jesus foi a primeira santa da Igreja que conheci. Na Matriz de Santa Teresinha, em Guarapuava, no Paraná, fiz minha Primeira Comunhão e o Crisma. Lá, na Capelinha do Santíssimo, gostava de olhar para a imagem daquela santinha sorridente, deitando rosas no crucifixo. Mas fiquei conhecendo mesmo a história dela com 15 anos, quando minha mãe me presenteou com o livro: História de uma Alma. Nem sei quantas vezes já o li, de tanto que gostei.

Eu ainda era adolescente e uma pessoa que amo muito não queria saber de confessar-se. Na época eu pensava: “E se ela morrer de repente, com um estoque de pecados? Já pensou no tempão que poderia passar no Purgatório antes que entrasse no Céu? Isso me deixava muito triste… Comecei então a “Noveninha das Rosas” para que aquela pessoa descobrisse o valor dos Sacramentos. Ganhei uma rosinha e ela confessou. Continua, graças a Deus, até hoje confessando e comungando.

Fiquei encantada: Descobri que tenho uma amiga no Céu! Aí pedi a Santa Teresinha para ser a madrinha de minha vocação, pois desde criança também queria, como ela, me consagrar a Deus. Passou um tempão e aqui na Canção Nova, recebi o presente de viajar para a França, a Lisieux, onde Teresinha viveu.

E ela deu um jeitinho de eu ver a porta por onde entrou na clausura, o altar com o Sacrário onde ela adorava Jesus, suas relíquias, colher flores do jardinzinho, ver o Menino Jesus que ela enfeitava todos os dias… Até me escolheram para fazer a leitura da Missa na Capelinha do Carmelo… Estava tão emocionada que quase chorei no meio da leitura.

E é isso: Adaptei a infância da minha amiga Teresinha, para ficar mais fácil de você ler e ser um presente para ela; pois, antes de morrer, Teresa disse que queria que todos lessem esta história, que Deus ia se servir dela para levar muitas almas para o Céu. Tia Adelita escreveu uma coleção de 3 volumes sobre a santinha. Para as crianças: “ como eu, você vai gostar de descobrir “I enfant Chérie du monde entier” (a criança mais querida do mundo inteiro) e o “Pequeno Caminho que ela inventou para o Céu.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.