A Igreja do avental

Pois é… eu sou da “Igreja do avental”! E neste mundo onde a cada “fast-food” funda-se uma franquia de igreja evangélica, eu agora proclamo: Sou da “Igreja do avental”!

Eu não sei quando este texto será publicado, mas sei que verdadeiramente
hoje, pode parecer uma reflexão atrasada demais ou adiantada demais. É uma
reflexão de Semana Santa… sabe? Aquele “feriadão” que vem depois do
carnaval, que em dia de jejum se faz bacalhoada com vinho tinto e rega-bofes
de sobremesa? Observação de meio de texto: isto só acontece em casa de quem
esqueceu quem é Jesus.

Alguém sabe o contato daquele Frei que escreveu sobre a “Fraternidade
Cósmica do Repolho Místico”? Bem… Nesta loucura do dia-a-dia, vamos
lembrar do avental. Na cerimônia do Lava-Pés em plena Quinta-feira Santa
fiquei encucado com uma coisa: Jesus colocou um avental para lavar os pés
dos discípulos e não tirou
.

Ele tirou o manto (sinal de realeza), colocou o avental (sinal de serviço) e
recolocou suas vestes. E continuou de avental!

Fui a várias traduções da Bíblia e me surpreendi com o rodapé da Bíblia de
Saint Joseph, a mais comum das bíblias americanas na sua versão de estudo:
realmente ele não retirou o avental, que em algumas traduções é toalha.

E cá entre nós: Quem é que vai pôr toalha na cintura? E tem mais: lavar os
pés é sinal de serviço, que era feito por escravos. Por isso, ao olhar o
Papa João Paulo II chego à seguinte conclusão: Ele não pedirá jamais
aposentadoria, porque, como diz o ditado brasileiro, não quer “jogar a
toalha”, “sair de campo” ou se preferir, “desvestir o avental de serviço”.

Sou mais o Papa doente, até mesmo em coma se for o caso, que muito
“intelectualóide” pseudolúcido!

EU SOU DA IGREJA DO AVENTAL!

“…levantou-se da mesa, depôs as suas vestes e, pegando um avental,
cingiu-se com ele…” (João 13,4)

E não mais tirou!


Paulo Victor e Letícia Dias

Cirurgião-dentista de formação, Paulo Victor foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentador, locutor e radialista. Atualmente, ele mora em Campo Grande (MS). É empresário e casado com Letícia Dias.

Letícia Dias é Gerente de Conteúdo e estudante de Letras/Libras com foco na Educação Especial. Foi membro da Comunidade Canção Nova como apresentadora de programas. Hoje, ela mantém uma agitada rotina familiar. Letícia tem um filho caçula que nasceu com Síndrome de Down, e isso a refaz todos os dias.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.