A força desta pombinha

O Jonas, meu filho, tem apenas um ano e dez meses de idade. Ele, desde o seu nascimento, foi se familiarizando com uma certa logomarca bem conhecida de você que acessou este portal e que faz parte da família Canção Nova. Só abrindo um parênteses: Você com certeza viu uma “pombinha” desenhada em nosso portal.

Pois bem, esta pombinha é, na verdade, a logomarca da Comunidade Canção Nova. Mas, repare bem, e você verá que não é só a pombinha (símbolo que representa o Espírito Santo) que constitui a nossa logo: tem também as mãos unidas em oração e o desenho de um violão. Ela tem tudo a ver com a nossa identidade, história e missão.

Voltando ao Jonas, um dia desses saí de casa com a minha esposa (somos consagrados dentro da Canção Nova e moramos em Cachoeira Paulista-SP) e íamos a algum lugar dentro da cidade quando, de repente, o Jonas começou a chorar sentadinho no banco de trás do carro e só sabia falar: “Ova! Ova! Ova!”.

Olhei pelo retrovisor e vi o meu filho apontando com o dedinho na direção da entrada da Canção Nova.

Então, descobri que o “ova” dele era a Canção Nova, da qual seu pai e sua mãe fazem parte.

Resolvi parar o carro dentro da chácara, ao lado de uma cruz grande com sinos que muitos já devem ter visto ao vir para cá em nossos acampamentos ou mesmo em nossas vinhetas da televisão. Ela é um dos nossos “cartões postais”. O meu filho, então, fez a festa: os olhinhos dele chegavam a brilhar! Ele apontava para a cruz que traz o desenho da logomarca e só sabia repetir o tal do “ova” acompanhado de muitos “papaiês” e “mamanhês”.

O meu filho, de apenas um ano e dez meses, se alegra diante de uma logomarca. Por quê?

Porque mais do que uma simples logomarca, este sinal fala para ele de valores, de coisas boas e, acima de tudo, deste Jesus que ele beija todas as vezes no Sacrário, quando ele sai de dentro de uma de nossas capelas.

Vejo diante de mim o meu filho crescendo como uma criança feliz… Ele está recebendo valores dos quais vai guardar dentro de si para o resto da vida. E, nos desígnios misteriosos de Deus, estes valores vêm numa linguagem que ele entende: na forma de uma pombinha que, se é capaz de mexer com uma criança de menos de dois anos de idade, também é capaz de mexer comigo e com você, desde que observemos uma condição.

Qual condição? Sermos crianças, sermos simples!

É na simplicidade que os sinais de Deus mexem com a gente e falam ao nosso coração, nos levando a uma resposta de obediência ao plano de Deus. Complicamos demais as coisas e queremos sempre respostas claras a nossa compreensão, e, sinais imediatos para tudo o que vivemos. E, porque o fruto da complicação é a frustração, vamos numa “terrível crescente” perdendo a nossa alegria e o orgulho de sermos de Deus!

Deus sempre falará numa linguagem ao jeito Dele e não do nosso jeito! Para o Jonas, Deus tem falado através da “pombinha”… e para você?

Dois convites: orgulhe-se do Deus que você tem e de sua fé (mesmo que seja pequena) e procure recordar, com muita simplicidade e alegria, os sinais, os símbolos que Deus foi colocando em sua vida e em sua história e que fazem de você esta pessoa maravilhosa aos olhos divinos. Valerá a pena!

Um abraço fraterno e, que Jesus o faça cada vez mais Dele.

Seu irmão em Cristo,

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.