0 Valor das Coisas

Como é interessante pensar um pouco sobre o valor que damos a certas coisas. Sim, coisas como: carro, moto, família, trabalho, esportes, filmes, vídeo, cinema, estudo, religião, cabelo, barba, roupas e tantas outras coisas, chegando até à vida.

Você notou que nós vamos mudando o foco da valorização das coisas à medida em que vamos avançando na vida? Aquilo que parece ser tão importante hoje para um adolescente, como um boné, por exemplo, já não exerce nenhuma atração para um jovem ou adulto.

O grande fato é que, na medida em que vamos crescendo fisicamente, socialmente, economicamente, culturalmente e espiritualmente, passamos a realizar as coisas com critérios mais exigentes. Pense na vida, por exemplo. Um adolescente, ou um jovem, pouco ou nada se preocupa com ela. É o tempo dos esportes radicais e das grandes emoções e o que importa é ter a adrenalina à flor da pele. Se esta abala a saúde, se faz mal à vida, se incomoda aos outros e se põe em perigo a comunidade, isto não lhe preocupa. O que importa é a satisfação própria no momento. Os outros e o amanhã que se danem!

Como é triste notarmos que uma parcela pequena de pessoas permanece ao longo de toda a vida nessa primeira fase. Valoriza unicamente o momento e a sua satisfação pessoal.

No entanto, temos uma parcela considerável da população que ao longo da vida valoriza o estudo, o trabalho, a família e os bens duráveis como casa e carro, etc.
Mas, que também acabam por se esquecerem de dar importância ao seu desenvolvimento espiritual.

Há alguns que até sabem o devido valor que tem esta importante fase da vida, mas protelam para depois suas decisões quanto a fé, a leitura da Bíblia, a oração e a comunhão com Deus.

Amigo leitor, se por ventura você é uma dessas pessoas, lembre-se de que a vida passa rapidamente.Isto porque os bens materiais e as diversões, a posição que ocupamos, nada têm de valor quando um dia Deus nos perguntar:

O que você faz de sua vida?

Ligue já para Deus, ore e dedique a Ele sua vida então você terá o real sentido da existência.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.