emoções saudáveis

O ser humano não sabe mais lidar com suas emoções

Suas emoções têm conduzido suas ações?

“A emoção é uma experiência subjetiva que envolve a pessoa toda, sua mente e seu corpo. É uma reação complexa desencadeada por um estímulo ou pensamento, e envolve reações complexas desencadeadas por um estímulo ou pensamento, e envolve reações orgânicas e sensações pessoais.” (Pinto, Amâncio da Costa). Ao longo dos anos, em atendimento clínico, cheguei à conclusão de que o ser humano, especificamente o adulto, não sabe mais lidar com suas emoções, até mesmo porque não sabe mais distinguir o que é emoção. Compreender que a emoção é resultado de uma forma de pensamento é extremamente importante.

O ser humano não sabe mais lidar com suas emoções

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

A famosa frase de René Descarte: “Penso, logo existo”, ajuda-nos a pensar nesta forma distorcida de pensar, que para a psicologia cognitiva damos o nome de Raciocínio Emocional. E o que significa esse Raciocínio Emocional? É uma forma distorcida de pensar, ou seja, é uma forma de pensar que distorce da forma saudável, são formas doentias de pensar.

Pessoas assim presumem que seus sentimentos são fatos. Pensam que algo é verdadeiro, porque tem um sentimento muito forte, deixando assim, os sentimentos guiarem a interpretação dos fatos. O grande problema está aqui, pois os sentimentos podem nos levar a uma interpretação equivocada da verdade. Passando assim a viver da seguinte forma: “Sinto, logo existo”.

Por exemplo: “Sinto que minha amiga não gosta mais de mim, e meus sentimentos não me enganam, ela deve não gostar mesmo!”, “Estou sentindo um aperto no coração. Algo ruim está por acontecer!”, “Sinto que meus colegas estão rindo nas minhas costas, então, eles devem estar rindo mesmo.” Poderia ficar aqui exemplificando inúmeras situações, porém, o importante é compreender o seguinte:

A emoção não tem o poder de produzir formas de pensar, mas são os pensamentos que dão origem aos sentimentos e emoções. Então, antes de focar nessa emoção, é interessante averiguarmos o que estamos pensando naquele momento, pois, assim, compreenderemos os pensamentos não saudáveis que levam a emoções desagradáveis, e que, ao focar nelas, potencializam a uma verdadeira “enxurrada” de pensamentos destrutivos.

Para finalizar, gostaria de pontuar duas questões:

1- A palavra emoção tem como origem, no latim, ex movere, que significa “mover para fora”. Pensando a partir desse significado, compreendemos que a emoção é a manifestação externa de alguma reação interna. Qual reação interna? Nossos pensamentos!

Leia mais:
::Aceitar-se é o primeiro passo para conseguir conviver com o próximo
::Sua felicidade depende dos elogios?
::Confira os sete passos para lidar com a preocupação
::As feridas passadas não podem afetar seus relacionamentos

2- Quais tipos de emoção podemos apresentar? As emoções básicas são: medo, tristeza, raiva e alegria; porém, existe um amplo desdobramento dessas emoções, como apaixonado, assustado, bravo, malvado, tranquilo, tímido, envergonhado, surpreso, solitário, satisfeito… Contudo, a pergunta final que deixo é: Você tem controlado suas emoções ou elas têm controlado você?


Aline Rodrigues

Aline Rodrigues é missionária da Comunidade Canção Nova, no modo segundo elo. É psicóloga desde 2005, com especializações na área clínica e empresarial e pós-graduada em Terapia Cognitiva Comportamental. Possui experiência profissional tanto em atendimento clínico, quanto empresarial e docência.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.