relações

As feridas passadas não podem afetar seus relacionamentos 

Os relacionamentos servem para nos tornar pessoas melhores

Todo relacionamento deve dar errado e terminar, à exceção de um, aquele com o qual você e seu escolhido ou escolhida vão constituir uma família. Cada pessoa que passa pela nossa vida, seja num namoro ou mesmo noivado, pode nos melhorar e lapidar nossa personalidade, fazendo-nos melhores e mais felizes. Nem todo relacionamento, porém, começa e termina bem. Muitos namoros e noivados são carregados de traumas, infidelidades e desrespeitos. Seja em uma ou em várias situações desagradáveis, cada uma dessas experiências tem o potencial de ficar marcada na nossa memória e no nosso coração, prejudicando nossos próximos relacionamentos. Todas as relações precisam nos melhorar. Se for para nos tornarmos alguém pior do que somos hoje, nenhum relacionamento faz sentido.

As feridas passadas não podem afetar seus relacionamentos 

Foto ilustrativa: Jorge Ribeiro/cancaonova.com

Jesus quer nos curar

Ao mesmo tempo, é muito cômodo colocar-se na posição de vítima e justificar uma situação de solidão no presente, baseada nas feridas passadas e suas cicatrizes. Deus, porém, convida-nos a sermos novas criaturas todos os dias. A partir da nossa abertura de coração, é possível transformar a nossa essência e, pelo Espírito Santo, curar essas feridas.

Da mesma forma que Jesus curou a mulher que tinha uma hemorragia, há 12 anos (Lc 8,44), Ele também pode curar cada um de nós. Eu não sei há quanto tempo existem as feridas em seu coração e em sua alma, mas eu o convido a aproximar-se de Jesus Eucarístico, por meio de uma boa e sincera confissão e comunhão, para que você possa abrir seu coração a um sacerdote e propor-se a perdoar quem o feriu, e também a perdoar-se.

A hemorroíssa do Evangelho foi ousada! Em meio à multidão, espremeu-se para apenas tocar o Senhor e, pela sua , foi salva. Imagine o que a presença dos sacramentos em nossa vida podem fazer por cada um de nós?

Leia mais:
::Reconciliando com a imagem corporal
::Vida: da alegria do verão às tardes frias do inverno
::Você tem se importado e cuidado da sua autoestima?
::Conheça os cinco principais mitos que permeiam a questão do suicídio

Não deixe que as suas decepções do passado impeçam a evolução de sua vida afetiva nem acomode amarguras em seu coração. Aprenda com os erros e feridas passados, mas não deixe que eles determinem, de maneira negativa, sua personalidade e seus próximos relacionamentos.

Deus nos quer livres, curados e felizes, para O amarmos de verdade, e também a nós mesmos e aos outros.


Mariella Silva de Oliveira Costa

Mineira , esposa, católica, feliz e amante de uma boa prosa. Jornalista, pesquisadora e professora universitária, é doutora em Saúde Coletiva (UnB), mestre em tocoginecologia (Unicamp), especialista em jornalismo científico (Unicamp) e graduada em comunicação social (UFV). Participa da RCC desde 1998 tendo atuado no Ministério Universidades Renovadas e no Ministério de Comunicação Social. Cofundadora do projeto Muitas Marias.com
Contato: mariellajornalista@gmail.com Twitter: @_mari_ella_

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.