1º segredo

Assista ao segundo episódio da série sobre a ansiedade

O autoconhecimento nos ajuda a amenizar os sintomas da ansiedade

O processo de ansiedade se intensifica em nós em virtude de não sabermos compreender suas verdadeiras e profundas causas, não conseguindo nos conhecer em profundidade. É fato que podem existir fatores genéticos que contribuam para que a ansiedade se descompense, alguns dos quais abordarei aqui, mas, na grande maioria dos casos, esse processo se acentua mesmo em virtude de algo que está desarmônico em nossa própria vida, e isso precisaremos compreender e nomear.

Talvez, uma expectativa exagerada, um medo descompensado diante do que está por vir, um estilo de vida estressante sem oportunidades de repouso, excesso de atividades, mágoas não superadas, frustrações não absorvidas, um tipo de alimentação muito errada, excesso de comparação com os outros, enfim, tudo isso pode estar na base do desequilíbrio da ansiedade em nós.

Conhecendo-se

Quem busca compreender-se tem mais possibilidade de respeitar seus limites, conseguindo dizer ‘não’ quando necessário, e, por isso, é capaz de proteger-se melhor, tendo menos ansiedade que outras pessoas que ainda não se conhecem nem se possuem com precisão. Quem desenvolve conhecimento e aceitação de si pode pensar, dizer e agir sem culpa e com um total alinhamento às suas reais necessidades.

Os processos de ansiedade estão diretamente associados ao nosso estilo de vida, por vezes composto por excessos e realidades tóxicas que carregamos em nossa mente e em nosso coração. Em muitos casos, a raiz de tal desequilíbrio será precisamente uma gama de emoções desajustadas e feridas que acabamos internalizando, as quais precisaremos, com sabedoria, enfrentar e transformar.

Leia mais:
.: Os desafios de quem sofre com os sintomas da ansiedade
.: Como evitar que a ansiedade e o estresse gerem doenças físicas?
.: Como manter equilibrada a saúde física e mental?
.: Confira outros artigos sobre o comportamento

Faça uma faxina emocional

De nada adianta tomarmos remédios para conter a ansiedade, se, antes, não nos decidirmos a fazer uma verdadeira faxina emocional, limpando nosso “cômodo interior”. De nada vai adiantar querermos equilibrar a ansiedade, se os reais desequilíbrios estão presentes dentro de nós e no jeito como fomos absorvendo e guardando as experiências presentes nos enredos de nossa existência.

A ansiedade de fora não vai se silenciar se antes não nos decidirmos a encerrar a causa da ansiedade que está dentro: por mais que seja difícil e desafiante, precisamos enfrentar as feridas e os fantasmas de nossa história; do contrário, seremos seus eternos fugitivos.

2º Episódio

Neste segundo episódio da série “Segredos para Curar a Ansiedade”, convido você a fazer um processo de autoconhecimento e aprender a reconhecer o que está causando a ansiedade em sua vida.

Diante de todos os estímulos e riscos apresentados, precisaremos nos esmerar em nos conhecermos verdadeiramente no ponto em que estamos, a fim de descobrirmos quais são as raízes – em nossa mente, genética, relacionamentos, rotina etc. – que estão contribuindo para que nos tornemos pessoas agitadas e ansiosas. Este conhecer-se será profundamente necessário, a fim de que saibamos o que, de fato, precisa ser modificado em nossa história, e para que, realmente, realizemos as necessárias mudanças que nos colocarão na estrada da superação, levando-nos a conquistar uma vida com mais equilíbrio e qualidade.


Padre Adriano Zandoná

Padre Adriano Zandoná é missionário da Comunidade Canção Nova. Formado em Filosofia e Teologia, tem quatro livros publicados pela Editora Canção Nova e participação em dois CDs de oração e apresenta o programa “Pra ser Feliz”na TV Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.