Pare e reflita

Qual é o seu hábito?

O hábito faz parte da vida de todas as pessoas

O que é hábito ou habitus? É uma nomeação, cuja raiz está presente na noção grega de hexis, que significa basicamente um estado adquirido e firmemente estabelecido do caráter moral ou de uma conduta. Ou seja, é uma disposição humana com possibilidades de se desenvolver por meio da repetição.

O hábito, na vida do ser humano, pode levá-lo até às sujeições não desejadas, mas também às virtudes necessárias a si mesmo e aos outros. O hábito bom conduz o homem para a virtude, que o torna melhor e o faz desempenhar bem todas as coisas; já o hábito ruim o leva ao vício, que condiciona e escraviza as pessoas.

Qual é o seu hábitoFoto: Arquivo CN/cancaonova.com

Decisões condicionadas pelos hábitos

Quantas vezes tomamos decisões em nossa vida, sejam elas pequenas ou grandes! E ao nos depararmos com nossas escolhas, sejam boas ou ruins, percebemos que foram tomadas baseadas em condicionamentos já existentes em nós pelos hábitos, e não na liberdade interior. Por isso, é preciso ter uma consciência real da força dos hábitos em nós, e o quanto podemos estar dependentes deles, e se eles têm nos feito optar por aquilo que é bom, verdadeiro e justo.

Dessa forma, conscientes, é preciso assumir a responsabilidade e o compromisso com todas as decisões que tomamos, porque muitas delas ainda podem estar escravizadas pelos vícios, que são os hábitos ruins. O que precisa ser gerado em nós é a modificação dos hábitos, para que estes, repetidos nos comportamentos ou atos, possam ser transformados em virtudes.

Sendo assim, o homem, possuindo hábitos bons e exercendo-os, caminhará no desenvolvimento de suas capacidades naturais, que o levará a sua realização pessoal, familiar e social, pois as pessoas que prezam pelo bem aumentam suas virtudes ao realizar atos bons.

Leia mais:
.: Bons hábitos
.: Como manter-se longe do vício
.: A nossa vida pode ser transformada pela fé
.: Seis dicas para uma mudança de vida com fé e coragem

Mudança de hábito

Toda e qualquer mudança de hábito precisa, necessariamente, passar pela imitação da maior referência em questão de santidade, pureza, virtude e amor: Jesus Cristo.

A mudança de hábitos ruins (vícios) para hábitos bons (virtude) acontece a partir de uma decisão pessoal, unido à graça e força do Espírito Santo, que tem o poder de transformar aqueles que desejam ser pessoas novas.

Assim, há no homem um hábito natural, que o conduz para o bem, porque Deus imprimiu no coração do homem a bondade; por isso, todo ser humano é bom por essência. O que precisa, portanto, é fazer com que os hábitos bons sempre sobreponham os hábitos ruins, sendo que “o hábito de praticar o mal não é sabedoria” (Eclo 19,19), já a virtude no homem é sinal da presença de Deus e da manifestação do Seu amor.


Márcio Leandro Fernandes

Natural de Sete Lagoas (MG), é missionário da Comunidade Canção Nova e candidato às Ordens Sacras. Licenciado em Filosofia pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), Márcio Leandro é também Bacharelando em Teologia pela Faculdade Dehoniana, em Taubaté (SP). Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, no Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.